Refluxo em bebês

O refluxo acontece quando uma válvula que conecta o esôfago ao estômago, chamada esfíncter, ainda não amadureceu o suficiente e não fecha corretamente. Isto permite que o conteúdo do estômago volte para o esôfago, em direção à boca.

Cerca de 40 por cento de todos os bebês apresentam algum tipo de refluxo, porém,  apenas uma pequena porcentagem se torna um problema sério e persistente.

O refluxo pode ser classificado como um incômodo temporário, pois geralmente, melhora à medida que o aparelho digestivo do bebê amadurece.  

Alguns fatores contribuem para o refluxo ser algo tão frequente em bebês, como o fato de ficarem deitados a maior parte do tempo e ter uma dieta composta apenas por líquidos. Bebês que nasceram prematuros também tem maiores chances de ter refluxo.

 O bebê pode regurgitar ou golfar um pouco de leite depois de mamar ou até acabar vomitando de vez em quando, isso é comum, mas em alguns casos, no entanto, regurgitam em grande quantidade, chegando a afetar seu ganho de peso, causando dores de garganta e até problemas respiratórios, o que já indica um quadro bem mais sério de refluxo.

Se você observar que o bebê não está ganhando peso, chora após a mamada, estiver vomitando com frequência e mostrando desconforto na barriga e garganta, a visita ao médico deve se tornar urgente.

O diagnóstico do refluxo pode ser apenas clínico, por isso, indicamos que leve a consulta uma espécie de relatório do refluxo do seu filho, relatando por exemplo a hora que ele mama, quantas vezes e quais são as reações após.

É sempre importante ficar bem atenta aos bebês com refluxo, principalmente com o seu ganho de peso, procurando um médico que irá auxiliar em um tratamento para aliviar o desconforto do bebê. 

Anúncios

O que fazer para melhorar o refluxo do seu bebê?

Se o seu filho tende a ter refluxo depois de mamar, ações simples podem te ajudar a amenizar esse problema.

Certifique-se de que você está tranquila e relaxada o suficiente para amamentar o seu filho. Prepare-se, beba um copo de água e escolha um local adequado.

O leite materno é sempre o melhor alimento para os bebês, principalmente para os que têm refluxo.

blog refluxo bebê nasce mother care

Após a mamada, mantenha o bebê com o tronco em posição vertical por alguns minutos para ajudar a manter o alimento no estômago. Não realize muitos movimentos com ele, deixe-o descansando calmamente, por isso, um soninho neste momento cai bem.

Algumas cadeirinhas de bebê utilizadas em carros possuem cintos que muitas vezes são colocados sobre a barriga, pressionando-a e aumentando o refluxo. Verifique também se o bebê não está debruçado sobre a barriguinha.

Para dormir, o ideal é colocá-lo em posição verticalizada com o tronco levemente inclinado, o que pode ser feito com um travesseiro mais alto ou uma rampa anti-refluxo adequada para bebês.

A mãe também pode contribuir com o refluxo do bebê, através da sua alimentação ela pode evitar esse sintoma. Evite cafeína, produtos à base de lactose, alimentos ricos em gorduras, condimentos picantes e com muita acidez.

%d blogueiros gostam disto: