Cursos – Maio 2017

O nosso dia 27 será de muito aprendizado e gostaríamos que você passasse esse sábado conosco.

9h ás 12h – Reciclagem de Vovós

Normalmente nas famílias, as pessoas mais animadas com uma gravidez são as vovós. Como muitos dizem, “ser vó é ser mãe duas vezes”.

O curso de Reciclagem de Vovós está na grade do Nasce Educação com o objetivo de fazer com que as vovós participem da vida do bebê que está a caminho e auxiliem as futuras mães nessa nova jornada.

Esta aula fará as vovós relembrarem o que já sabiam e aprender algumas coisas novas. Quem ministrará o workshop é a psicóloga Denise Steibel e a enfermeira Lisiane Quaresma, e as especialistas abordarão os seguintes temas:

– A arte de ser avó: do filho ao neto

– Depois do nascimento: a chegada da família em casa, mitos e verdades sobre a quarentena, introdução sobre depressão pós-parto e amamentação

– Voltando a praticar: como pegar o bebê, higiene do bebê, troca de fraldas, banho e massagem anti-cólica

– O bebê: características, choro, rotina, desenvolvimento e riscos de acidentes por idade

14h ás 17h – Shantala

Com a fisioterapeuta Ana Carolina Müller, a Shantala será apresentada como mais uma técnica para conectar mãe e bebê (ou pai e bebê): através do toque que transmite confiança, carinho e força para o pequeno que está descobrindo o mundo.

O efeito terapêutico e relaxante da massagem deixa seu bebê muito mais tranquilo, ajudando a melhorar os padrões do sono. Além disso, ativa toda a circulação sanguínea e também linfática, estimulando o um melhor funcionamento de todos os órgãos.

Inscrições e mais informações: (51) 3334-4503

Todos os cursos serão realizados no:
Nasce Centro de Atendimento à Gestante
Rua Gustavo Schmitt, 580, Três Figueiras, Porto Alegre.

Cafeína na gestação

A cafeína é uma das substâncias mais consumidas no mundo, e ao contrário do que muitos pensam, não está presente apenas nas xícaras de café, mas nos refrigerantes de cola, nos chás, chocolates e algumas medicações.

Cerca de 95% das mulheres grávidas ingerem cafeína diariamente, seja através da alimentação ou de alguma medicação, se tornando importante considerar os efeitos que essa substância traz para mamãe e para o bebê.

Há estudos de que o consumo exagerado de cafeína pela mulher durante a gestação pode aumentar as chances de o bebê nascer antes do tempo, com baixo peso e aumenta o risco de aborto.

As futuras mamães não precisam se alarmar pensando que devem parar completamente de ingerir cafeína, pois o consumo da mesma, em doses baixas, não traz prejuízos para a gravidez e nem para o desenvolvimento do bebê. Uma mulher grávida pode consumir até 300mg de cafeína por dia, o equivalente a quatro xícaras de café solúvel (75 mg de cafeína por xícara) ou três de café fresco ou ainda 400 gramas de chocolate.

O nosso organismo leva de quatro a seis horas para eliminar os efeitos da cafeína no corpo, a mulher grávida leva 18 horas para fazer o mesmo.

A cafeína é um estimulante que aumenta o seu ritmo cardíaco e o metabolismo, o que consequentemente afeta a forma que o bebê se sente. Embora esse tipo de estímulo, constante, não seja saudável para o bebê, breves momentos não chegam a fazer mal.

O cafezinho está liberado, desde que em doses controladas, mas o ideal é sempre consultar o médico para que o consumo da cafeína não prejudique sua gravidez e o seu bebê.

O que fazer quando a bolsa estoura

Durante a gravidez, o bebê está protegido, no útero, dentro de uma membrana, que fica cheia de líquido amniótico.

Quando a bolsa do líquido amniótico estourar, é importante manter a calma, não se desespere. O ideal a fazer é limpar-se, colocar uma roupa seca, um absorvente, ligar para o médico e ir para a maternidade, pois tudo indica que o bebê vai nascer.

Não é difícil identificar se a bolsa realmente estourou, já que a perda de água é intensa e, ao contrário da urina, a gestante não consegue controlar.

Normalmente ocorre depois do trabalho de parto ter início e somente 10% das gestantes, têm a ruptura repentina, antes mesmo de o trabalho de parto começar.


O líquido pode ser transparente ou amarelado, e vir com um pouco de sangue junto, fique atenta se este estiver escuro ou esverdeado, é preciso ir imediatamente para a maternidade, essa coloração pode indicar, por exemplo, que houve um descolamento de placenta.

A bolsa d’água, tem a função de proteger o bebê contra traumas e infecções. Depois que ela se rompe, o parto ocorre, no máximo, nas 48 horas seguintes, porém, alguns obstetras optam por induzir o nascimento com medicamentos, a fim de evitar infecções.

Se a bolsa estourar antes da 37ª semana, procure seu obstetra, que vai verificar se a bolsa rompeu e, se tiver rompido, verificar a necessidade de se adiar o parto ou fazê-lo no momento para evitar infecções ou complicações.

São as últimas semanas de gestação, a ansiedade e o nervosismo crescem, sendo importante manter a calma nesse período, prezando a saúde da mãe e do bebê, tendo sempre um acompanhamento médico.

 

Exercício físico na gestação

Exercícios físicos são recomendados a todos, inclusive para as  grávidas, trazendo benefícios não apenas para a futura mãe como também para o bebê.

A prática de exercícios físicos reduz o risco de complicações obstétricas, além de auxiliar no controle de ganho de peso da mulher, que teme a possibilidade de ganhar muito peso ao longo da gravidez e não conseguir eliminá-los após o nascimento do bebê.

Alguns cuidados devem ser tomados tanto na hora da prática, como também na hora de escolher o exercício que vai ser praticado, sendo muito recomendadas as atividades físicas realizadas na água, como hidroginástica e natação, uma vez que evitam as forças gravitacionais, diminuindo as dores lombares e o inchaço.

O uso de roupas frescas, evitando altas temperaturas e bebendo muita água para se manter hidratada, são ações muito importantes que devem ser realizadas pela gestante, assim como o uso de protetor solar, e principalmente, uma opinião médica sobre a prática de exercícios físicos durante a gravidez.

O mais importante sempre irá ser o bem estar da mãe e do bebê, então lembre-se, uma alimentação saudável é fundamental, e combinados com exercícios físicos como caminhadas, alongamentos, natação, ioga e pilates, os benefícios para a mãe e para o bebê só tendem a aumentar.

Após a chegada do bebê, é bem provável que você já esteja bem cansada antes mesmo de pensar em fazer exercício. Calma, tudo voltará ao normal e a sua nova rotina tomará seu ritmo, porém, quanto antes você voltar a se exercitar, mais fácil será para seu corpo se acostumar e voltar a sua forma.

 

Nova profissional – Psicóloga Alessia Carpes

Para um casal, a decisão de ter um filho surge repleta de expectativas.

A gravidez e o nascimento do bebê são momentos de mudança na vida da família.

Alterações físicas e emocionais são esperadas e geram dúvidas e ansiedades aos futuros pais. Em alguns casos, as alterações podem modificar o desenvolvimento normal da gestação ou do bebê deixando o casal mais vulnerável emocionalmente.

Nestas situações, o acompanhamento psicológico se torna fundamental para reconhecer e compreender os sentimentos que daí surgem, bem como proporcionar um adequado processo de adaptação e elaboração.

O Nasce conta com a Psicóloga Alessia Carpes, com ampla experiência clínica no atendimento a gestantes e puéperas, a qual desenvolve um trabalho de acompanhamento frente aos aspectos normais e patológicos que possam ocorrer no período.

Alguns deles:

-Infertilidade;

-Alterações esperadas e inesperadas na gestação;

-Malformação fetal;

-Óbito fetal;

-Conflitos emocionais relacionados ao período gestacional;

-Dificuldades individuais e do casal de adaptação à gravidez;

-Gestação na adolescência;

-Gestação tardia;

-Depressão pós-parto;

-Adaptação ao puerpério, entre outros.

nova-profissional

A equipe do Nasce dá boas vinda a doutora e deseja um ótimo trabalho junto as nossas queridas pacientes.

 

Agenda Nasce – Outubro 2015

Em outubro, a agenda do Nasce estará muito agitada, com ótimas oportunidades para você trocar experiências e se preparar para a chegada do bebê.

agenda outubro arrumada

Oficina de Papinhas

03 de outubro  – Sábado – 10h às 12h

O momento de iniciar a alimentação do bebê sempre é um assunto de muitas dúvidas e insegurança para as mamães. Por isso, as nutricionistas Betina Ettrich e Gabriela Penter responderão as suas principais dúvidas na Oficina de Papinhas.

 

Cuidados com o récem-nascido

17 de outubro – sábado – 9h às 12h

A enfermeira obstétrica Lisiane Quaresma oportuniza aos futuros pais e mães adaptarem-se aos seus novos papéis, receberem e revisarem informações acerca da experiência do nascimento e cuidados com o bebê, tornando-os mais confiantes em suas habilidades como pais e melhor sintonizados com as necessidades desse novo ser.

 

Workshop de Slings

24 de outubro – Sábado – 10h às 12h

Uma maneira aconchegante e confortável para levar o seu bebê, os slings são muito práticos. A mãe fica com as mãos livres e mantém seu bebê bem próximo, o que é extremamente prazeroso para mãe e filho.

Neste workshop, a profissional Liliane Bueno ensinará você a posicionar o seu bebê e tornar esse ato mais confortável para ambos.

Workshop de Shantala

31 de outubro  – Sábado – 10h às 12h

Com a fisioterapeuta Ana Carolina Müller, a Shantala será apresentada para as mamães como mais uma técnica para conectar mãe e bebê (ou pai e bebê): através do toque se transmite confiança, carinho e força para o pequeno que está descobrindo o mundo.

 

Como?

Inscrições e mais informação pelo telefone 51-3334-4503.

 

Onde?

Nasce Centro de Atendimento à Gestante

Rua Gustavo Schmidt, 580, Três Figueiras, Porto Alegre.

Parto Humanizado é tema do Sala de Audiência

O Sala de Audiência da segunda-feira passada (27/4) teve como pauta o parto humanizado, expressão que se popularizou como um contraponto ao grande número de cesáreas realizadas na rede hospitalar. Apresentado pela juíza de Direito Rosana Garbin, o programa teve como convidados o vice-presidente da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Rio Grande do Sul (SOGIRGS), Gustavo Steibel, e a juíza de Direito Liniane Maria Mog da Silva.

unnamed

Dentre os pontos em debate estiveram as práticas adotadas para a realização do parto humanizado, a resolução emitida pela Agência Nacional de Saúde sobre o assunto e o papel que o sistema de Justiça exerce no âmbito da decisão da gestante.

No sistema de saúde suplementar o índice divulgado é de 84% de partos por cesariana. Já no SUS o percentual é de 40%. Para o representante da SOGIRGS, esse índice deve ser considerado alarmante. “Tem hospitais particulares que tem taxa de 80%, 90% de cesáreas e isso, certamente, é um problema de saúde pública”, ressalta.

Durante o programa, Liniane falou sobre uma decisão que tomou, atuando em Plantão na Comarca de Torres, para garantir o encaminhamento de gestante ao hospital local para atendimento médico adequado. A decisão teve repercussão nacional pelo fato de a mãe, mesmo com iminente risco ao bebê, insistia em realizar o parto normal.

O Sala de Audiência pode ser ouvido no site da AJURIS: http://www.ajuris.org.br/2013/10/09/programa-sala-audiencia/.

O papel dos dormitórios na vida dos pequenos

Todos os ambientes são fontes permanentes de estímulos: através de suas cores, linhas, texturas e estilos, transmitem informações que provocam os nossos sentidos e nos despertam sensações e emoções.

Sendo assim, é importante ambientar um espaço com critério, para que proporcione as melhores experiências aos que ali transitam ou permanecem.

Quando se pensa em dormitórios infantis, este cuidado deve ser ainda maior. Por serem totalmente abertos a novas mensagens e aprendizados, os pequenos são ainda mais influenciados pela maneira como configuramos os ambientes.

Foto: Casa Abril

Foto: Casa Abril

Por isto, ambientar os seus dormitórios demanda grande atenção quanto à segurança, à luminosidade, ao uso de cores, à escolha de revestimentos e ao layout.

Também é necessário um equilíbrio perfeito entre estímulo e relaxamento, bem como observar as necessidades de adaptação conforme cada fase de suas vidas. Afinal, é neste cenário que as brincadeiras, os aprendizados e a imersão na fantasia acontecem.

Para os bebês, o quarto é um território de grande importância também. Ao saírem do aconchegante ventre da mamãe, o quarto assume um pouco do papel que o útero teve incialmente: abrigar um ser ciente da sua vulnerabilidade. Assim, o quarto torna-se um universo muito especial, proporcionando os primeiros contatos e interações com o mundo físico.

Foto: curtodicas.com.br

Foto: curtodicas.com.br

Por todos estes motivos, decorar um dormitório infantil é uma tarefa que exige muito carinho, conhecimento e um bom trabalho de equipe: mamãe, papai e um profissional de sua confiança, alinhados e empenhados em fazer deste espaço um ambiente de muito amor, conforto, diversão e desenvolvimento.

 

Texto de:

Letícia Almeida

Designer de Interiores e Mestre em Psicologia

Ass. Bras. Designes de Interiores n° 9042

51.8927.0788

leticiala@bol.com.br

ww.be.net/leticiaalmeida

Promoção Carolina Müller | Maio 2015

A fisioterapeuta do Nasce, Carolina Müller, preparou uma promoção especial para as mamãe durante este mês.

Marque as suas sessões pelo telefone: 51 3334 4503.

promoçao

Nota importante: Fórum de Assistência Obstétrica

Dr. Gustavo Steibel faz parte do nosso time de obstetras do Nasce, e também é Diretor do Exercício Profissional da SOGIRGS, Assossiação de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul.

A SOGIRGS em conjunto com a FEBRASGO realizou o Fórum de Assistência Obstétrica, em Porto Alegre na última semana de março deste ano, com a presença de grandes representantes dos órgãos reguladores desta área médica e foram debatidos os seguintes pontos:

Segurança na assistência obstétrica;

Taxas de cesariana;

Cobrança da disponibilidade obstétrica.

sogirgs-news-cartadeportoalegre

Veja a carta informativa esclarecedora do Fórum de Assistência Obstétrica, clicando aqui!

 

 

 

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.172 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: