Conheças os benefícios da natação para o seu bebê

A água faz com que os bebês se sintam em liberdade e “em casa”, já que para eles é um ambiente natural, pois ficaram nove meses submersos no ventre da mãe.

A natação para bebês na verdade pouco tem a ver com aprender a nadar, já que eles são muito pequenos para ter autonomia e realizar os movimentos da natação. O primeiro passo é fazer com que a criança  aprenda a se ambientar na água, a movimentar-se e brincar.

 

Com que idade se pode começar?

Normalmente os cursos são fornecidos a partir do sexto mês, mas antes deste período você pode praticar com seu filho em uma banheira, com uma temperatura de água agradável, sempre o segurando e supervisionando, assim ele irá se acostumando com o contato com a água.

O curso deve ser regido por um especialista na área e o bebê deve sempre entrar na água acompanhado de um dos pais.


Benefícios para a criança

 

  • Melhora a coordenação, o equilíbrio e a noção de espaço;
  • Melhora a resistência do bebê, trazendo benefícios cardiovasculares;
  • Os exercícios realizados na água em uma temperatura agradável, relaxa a criança e aumenta o seu apetite;
  • Regulariza o sono;
  • Os exercícios fortalecem a musculatura, favorecendo o desenvolvimento precoce de habilidades psicomotoras, como engatinhar e caminhar.

 

Desenvolvimento psicológico

 

  • Segurança: o bebê se sente seguro, pois sabe que sua mãe ou seu pai está cuidando dele, e este confiança aumenta os laços familiares;
  • O bebê desenvolve o sentido de autoconfiança e liberdade, pois pode se movimentar pela água;
  • Esta confiança em si mesmo o ajudará na comunicação e convívio com outras crianças.

O contato com outras crianças, ajudará o bebê a iniciar sua socialização, ele  aprenderá a compartilhar brinquedos e a brincar junto a outras crianças.

Anúncios

Fraldas na praia e na piscina

A nossa primavera já está bem quente e o verão está a caminho, para se refrescar os pequenos são apresentados a piscina e a praia. Para manter a higiene e a saúde do seu bebê não corra o risco tirando a fralda dele nesses lugares.

Em uma pesquisa feita no site CRESCER, 52% dos pais levaram as crianças a praia quando a criança tinha entre 6 meses e 1 ano; 30% entre 1 e 2 anos. Segundo os especialistas, a primeira ida à praia pode acontecer a partir dos 6 meses. No entanto, é preciso cuidados com a pele, alimentação e higiene da criança.
Fonte: http://revistacrescer.globo.com/

fraldas-na-praia-e-na-piscina-blog-nasce-centro-de-atendimento-a-gestante-porto-alegre

Crianças que ainda não tiraram a fralda devem usar as fraldas próprios para água quando forem nadar em piscinas ou praias. O objetivo aqui, além de zelar pela higiene, é evitar acidentes constrangedores. Afinal, piscina e praia são locais compartilhados por várias pessoas e a fralda retém tanto o xixi quanto o cocô.

As fraldas para usar na água são melhores nessa situação pois elas não encharcam. Fraldas normais logo se enchem de água e perdem sua capacidade de absorver o xixi. Além disso, ao ficarem volumosas e pesadas,dificultando os movimentos do bebê.

Este modelo foi projetada com uma camada externa impermeável e as bordas elásticas justas, bloqueando assim a passagem da água de fora para dentro e evitando que a fralda encharque. Assim, a camada absorvente da parte interna da fralda consegue reter o cocô e o xixi.

Cuidado com a areia

A areia é foco de agentes que podem causar infecções nas partes íntimas do bebê, principalmente nas meninas. Por isso, deixe o seu filho brincar na areia com fralda e shorts. Na hora de trocar a fralda, faça a limpeza com água doce e algodão, suavemente. Se a quantidade de areia no corpo do bebê for muito grande, é importante lavá-la com água em abundância. Evite usar lenços umedecidos ou fraldas de algodão para fazer a limpeza, pois esses itens criam atrito com a pele e podem machucá-la com as pedrinhas de areia.

Fonte de pesquisa: http://bebe.abril.com.br/familia/praia-e-piscina-qual-a-fralda-mais-apropriada-para-esses-lugares/

Gestantes na piscina

O calor já se faz presente neste final de ano, os convites para tomar um banho de piscina começam a ser mais frequentes e as futuras mamães se perguntam: quais cuidados preciso ter?

Ao se refrescar na piscina, tenha em mente que este é um ato de lazer, apenas para descansar. Caso você queira fazer um exercício dentro da água, como natação ou hidroginástica, procure um profissional especializado.

gestante na pscina nasce mother care

Não fique com a calcinha do biquíni molhada por muito tempo. Na gravidez, a imunidade da mulher fica mais baixa e a umidade na região íntima pode ocasionar infecções. A dica é levar mais de uma calcinha, assim você pode trocá-la para aproveitar mais o dia.

Ao sair da piscina também é indicado que você tome uma ducha de água natural para retirar o excesso de cloro, uma vez que este pode alterar o PH da pele e causar alergias.

Não esqueça do protetor solar, óculos de sol e chapéu, se possível escolha um lugar na sombra. Hidrate-se com água e sucos e se você ficar cansada na água saia um pouco e descanse, todos irão entender.

No mais, cuide para não escorregar, fique perto dos amigos e aproveite o momento de lazer.

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: