Conheça os benefícios da música para os bebês

É comum nas casa onde tem bebês e crianças pequenas tocar músicas infantis, dvds de canções e desenhos, mas muitas vezes isto é utilizado como uma estratégia para deixar a criança ocupada, distraída. Mas os benefícios da música vai muito além da distração.

Nas últimas décadas, a comunidade científica mostrou grande interesse em investigar os efeitos benéficos da música em bebês e crianças. A iniciação musical pode começar na própria casa. As crianças podem aprender sons e ritmos, simplesmente ouvindo músicas de crianças ou pais batendo palmas enquanto a música toca.

Cantar músicas para bebês e ouvir música com eles, além de produzir mudanças no nível fisiológico, desenvolve um forte vínculo afetivo, o que estimula sua inteligência emocional. Do mesmo modo, no nível psicológico, desperta, estimula e desenvolve emoções e sentimentos.

Os estudos refletem que a música favorece a capacidade das crianças de atenção e concentração, aumentando assim seu desempenho na escola. A música estimula memória, análise, síntese e raciocínio, e, portanto, a aprendizagem.


A música tem o dom de juntar as pessoas. A criança que vive em contato com a música aprende a coexistir de maneira melhor com outras crianças, estabelecendo uma comunicação mais harmoniosa. Conheça os quatro principais benefícios da música para as crianças.

1. Segurança: segurança emocional, confiança, porque se sentem entendidas ao compartilhar músicas e imersas em um clima de ajuda, colaboração e respeito mútuo.

2. Aprendizagem: o estágio da alfabetização infantil é mais estimulado com a música. Através das canções das crianças, em que as sílabas são rimadas e repetitivas, e acompanhadas de gestos que são feitos ao cantar, a criança melhora sua maneira de falar e entender o significado de cada palavra. E assim, será alfabetizado de forma mais rápida.

3. Concentração: a música também é benéfica para a criança em termos de poder de concentração, além de melhorar sua capacidade de aprender em matemática. A música é pura matemática. Além disso, facilita as crianças aprendendo outras línguas, aumentando sua memória.

4. Expressão corporal: com a música, a expressão corporal do filho é mais estimulada. Eles usam novos recursos para adaptar seu movimento corporal aos ritmos de diferentes trabalhos, contribuindo desse modo para o fortalecimento do controle rítmico de seu corpo. Através da música, a criança pode melhorar sua coordenação e combinar uma série de comportamentos. Deite de costas e mova-os para que ele possa dançar enquanto canta para ele. Você pode carregar e abraçar no seu colo cantando ritmos de outras crianças.

Anúncios

Estudo revela que a música auxilia crianças no desenvolvimento da fala

Não é novidade que uma boa música faz bem para a mente, mas você sabia que ela é muito importante para o desenvolvimento dos bebês? Um estudo realizado no Instituto de Aprendizado e Ciências do Cérebro da universidade de Washington, nos Estados Unidos, revela que a música auxilia os bebês no aprendizado da fala. Um estímulo musical precoce pode ter efeitos positivos nas capacidades cognitivas da criança.

14 - blog

Os pesquisadores observaram o comportamento de um grupo de crianças em idade de amamentação que participaram de jogos que incluíam o uso de ritmos musicais. Foram avaliadas 20 crianças menores de nove meses, aos quais ensinaram a reproduzir ritmos musicais em um pequeno tambor. Um segundo grupo de 19 bebês, da mesma idade, recebeu outro tipo de brinquedo, como carrinhos ou cubos.

Uma semana depois, os bebês foram submetidos a testes para determinar as áreas exatas do cérebro onde houve maior atividade. Constatou-se que as crianças incentivadas a participar de jogos que envolviam música tiveram maior atividade nas regiões do cérebro importantes para o aprendizado da linguagem. Isso porque, segundo os pesquisadores, a fala, assim como a música, tem fortes características rítmicas.

A música na gestação

A presença da música durante a gestação, logo nas primeiras semanas, pode ajudar a mãe e o bebê mesmo após o nascimento do pequeno.

Isso porque o aparelho auditivo é um dos primeiros a se formar, logo na 21° semana ele já está maduro o suficiente para ouvir alguns sons do corpo da mãe gestante e até alguns sons externos.

O som mais agradável para o bebê é a voz humana, que pode ser emitida através da fala da mãe, principalmente, seja contando histórias ou cantarolando as suas músicas favoritas.

 

música na gestação musicoterapia nasce

 

As músicas escutadas pela mãe e pelo bebê, ainda na gestação, ajudam a diminuir a ansiedade e o estresse e, após o nascimento, as mesmas músicas podem se tornar um aliado para acalmar o bebê na hora de dormir ou da amamentação.

Um estudo realizado em Taiwan, indicou que as gestantes que escutaram trinta minutos de música todos os dias durante duas semanas reduziram, e muito, os sintomas de depressão, estresse e ansiedade em comparação às gestantes que somente fizeram o pré-natal sem a intervenção da música.

Fonte: Guia do Bebê 

Não há um estilo musical melhor para o bebê escutar, normalmente a melhor trilha sonora é aquela que a mamãe e o papai gostam de ouvir e trazem uma sensação de bem-estar para o ambiente.

Faça o teste!

Coloque para o seu filho(a) as suas músicas preferidas e após o nascimento veja se elas irão te ajudar a acalmá-lo.

 

Canções de ninar acalmam e estimulam a linguagem dos bebês

Os estímulos sensoriais trazem muitos benefícios aos pequenos, desde a gestação até os primeiros passos. Associados a momentos de tranquilidade e afetividade, nas primeiras semanas de gestação o feto reconhece os batimentos cardíacos e a voz da mãe. Ele pode ouvir e reagir ao som e ao movimento externo e, durante a gestação, a música pode ajudar a relaxar e a diminuir a ansiedade da mãe.

musica-bebes

Após o nascimento, a música influencia o estado de espírito do recém-nascido que, com a ajuda da mãe, relaciona os sons à ideia de proteção e tranquilidade. As canções de ninar acalmam os pequenos e, além disso, a música pode contribuir para a recuperação de bebês prematuros, auxiliando no seu desenvolvimento cerebral.

Gêneros como clássica ou infantil, que imitam o timbre de caixinhas de música, promovem com mais facilidade o relaxamento da criança. Independentemente das qualidades vocais, a voz da mãe faz a criança se sentir mais protegida. Cantar para o bebê estimula o desenvolvimento da alfabetização e a noção de ritmo.

via Terra Mulher

 

Para a alegria das mamães

A simpática dupla que ganhou as redes sociais cantando “Para nossa alegria” preparou um vídeo novo, em homenagem às mães.

Então, o que vocês acharam?

%d blogueiros gostam disto: