Descubra os benefícios da caminhada durante a gestação!

Durante a gravidez, é vital que a futura mãe mantenha uma rotina de exercícios físicos moderados, como caminhadas, ioga ou pilates. Mas é importante não exagerar, para não prejudicar a sua saúde e o crescimento do seu bebê.


Os benefícios de caminhar para mulheres grávidas


Caminhar é um dos exercícios mais fáceis de praticar, independentemente da idade, peso ou condicionamento físico. Além disso, uma vez que não requer um ginásio ou equipamento específico, pode ser praticado em qualquer ambiente a qualquer hora do dia.
Além de prático, simples e barato, a caminhada também oferece múltiplos benefícios à saúde para mulheres grávidas.  Como:

 

  • Melhor gestão do peso durante a gestação;
  • Melhorar a circulação sanguínea;
  • Regular o ritmo cardíaco e respiratório;
  • Melhora a autoestima;
  • Gravidez mais saudável;
  • Caminha facilita o parto e sua recuperação pós parto.

 

Para determinar a quantidade de exercício que a futura mãe deve realizar, há muitas variáveis ​​que influenciam. É o médico que determina o quanto uma mulher grávida deve andar a cada dia.

Em geral, uma hora de caminhada diária é necessária durante os 8 meses de gestação, para aumentar os benefícios do exercício. Esses 60 minutos devem ser divididos em 3, 4 ou 5 sessões, sempre com ritmo regular e intervalos para descanso.

Sempre leve uma garrafa de água para repor o líquido durante a atividade. A hidratação é importantíssima para o bebê e para a gestante.

Nunca comece uma atividade física sem a orientação do seu médico, cada gestante tem suas particularidades e devem ser seguidas por um profissional qualificado.

Bons exercícios!

Anúncios

Mala da mãe na hora do parto

Com 40 dias de antecedência da data prevista para o parto você já pode preparar a sua mala e a do bebê. É normal que a mãe fique mais empolgada em arrumar a mala do bebê e acabe esquecendo da sua.

mala mãe

Porém é muito importante que você separe os seus itens pensando no conforto e bem-estar neste momento.

Alguns itens para ajudá-la a montar a mala:

  • Camisolas ou pijamas com abertura na frente para facilitar a amamentação
  • Calcinhas confortáveis. Dê preferência às que você já está usando na gravidez.
  • Penhoar ou chambre para andar pelos corredores do hospital depois do parto e para receber visitas.
  • Chinelo ou sandália de dedo
  • Sutiã de amamentação
  • Conchas ou absorventes para os seios
  • Produtos de higiene pessoal como escova, xampu, condicionador, sabonete, escova de dente e pasta (a maternidade pode até oferecer, mas você vai preferir os produtos a que já está acostumada).
  • Absorventes: lembre-se de que é normal ter sangramento depois do parto (tanto vaginal como cesárea). Os hospitais costumam fornecer absorventes, mas leve pelo menos uma embalagem do tipo noturno.
  • Roupas para a saída do hospital que sejam folgadas e bem confortáveis

Saúde bucal da gestante

É importante que a gestante esteja com os seus dentes saudáveis durante toda a gestação, momento em que, por conta da alteração dos hormônios, o seu organismo como um todo está mais vulnerável.

O ideal é que a futura mamãe marque uma consulta com o seu dentista logo no inicio da gestação, para avaliar a necessidade de algum tratamento e período de duração, caso seja necessário.

saude bucal gestante nasce mother care

Há um mito antigo que diz que os dentes ficam mais frágeis durante a gravidez, o que não procede. De qualquer maneira, neste período, a alimentação deve ser cuidada para que a mulher consuma todos os minerais necessários para ela e o bebê.

Outro cuidado necessário é com as gengivas, já que pesquisas médicas constataram que a inflamação que ocorre na gengiva pode estimular a liberação de citoquininas e prostaglandinas, substâncias que induzem o parto. A liberação destas na corrente sanguínea acarreta microcontrações na parede uterina, podendo levar ao nascimento de um bebê de baixo peso.

Caso você precise fazer algum tratamento que precise de anestesia, não se preocupe, hoje existem anestesias apropriadas para grávidas. Estas são mais seguras pois não contam com  substâncias que provocam estreitamento dos vasos sanguíneos, presentes nas anestesias comuns.

 

Gravidez e atividades domésticas

A gente sempre precisa limpar aqui, arrumar ali.

Porém, nenhum cuidado é pouco ao falar dos serviços domésticos na gravidez.

atividades doméstica na gestação nasce mother care

As restrições domésticas são as mesmas em relação às atividades físicas. Nos casos de gestações de baixo risco, as tarefas normais de uma casa podem ser mantidas pela futura mamãe até os últimos meses, levando em consideração a condição física e o nível de resistência da gestante. Mesmo assim, procure não levantar peso e respeite os limites do seu corpo.

Em gestações de alto risco, quando a gestante precisa ter mais cuidado, as atividades domésticas devem ser evitadas e o repouso obedecido.

Ao realizar essas atividades caseiras preste muita atenção na contração do seu abdômen e na sua coluna vertebral, pontos sensíveis devido as mudanças no corpo da mulher.

imagem para post blog melhor posição para fazer atividades domésticas

Encontramos uma boa dica para você não forçar muito a sua coluna:

Na hora de fazer as tarefas domésticas (lavar louça, passar roupa, etc.) é indicado usar um banquinho de 20cm para apoiar o pé e relaxar a musculatura lombar. A perna deve ser trocada a cada 5 minutos.

Referência: Portal Unimed

Em relação ao produtos de limpeza usados, recomenda-se dar preferência aos produtos neutros, porém com o uso de luvas e máscaras você pode usar os mesmos que utilizava antes da gravidez.

O cuidado com o pó também deve ser redobrado. Qualquer problema, consulte seu médico imediatamente.

Posso andar de bicicleta na gestação?

Para as futuras mamães que adoram pedalar, uma boa notícia: o exercício pode ser praticado, porém com alguns cuidados.

É fato que nem todas as gestantes conseguem pedalar até o final da gestação, mas boa parte dela, sim. Pedalar pode ser um bom exercício para o corpo e a cabeça durante esse momento de tantas mudanças.

É importante ressaltar que você terá que perceber novamente o seu corpo, pois agora, o seu peso mudou e também o sentido do eixo. Por isso, passeios mais leves acompanhados de muita água são regras básicas.

gestante pedalando bicicleta nasce mother care atendimento a gestante

 

Entre os benefícios deste esporte para as gestantes estão: Queima calorias, melhora da frequência cardíaca, diminuição da retenção de líquidos, pele mais saudável devido à renovação do oxigênio pelos pulmões, permitindo renovação celular e liberação de toxinas. Além disso, reduz a ansiedade e estresse, pois a liberação do hormônio responsável pelo relaxamento e bem-estar é ativado.

Preste sempre muita atenção nos sintomas durante a prática, qualquer anormalidade é um bom motivo para você parar o exercício e procurar ajuda. O seu médico também precisa estar ciente desta prática. Não deixe a sua taxa de pulso exceder a 140 batidas por minuto.

Evite curvas e pisos irregulares no percurso, prefira terrenos mais planos, sem subidas e descidas íngremes, mantenha uma velocidade média, sem forçar muito a pedalada.

No mais, hidrate-se bem, não esqueça do protetor solar e chapéu para se proteger do sol e tenha um bom passeio.

 

Gestantes vegetarianas

As gestantes vegetarianas tem a vantagem de consumir menos gordura e mais fibras. Porém, é necessário estar atenta ao consumo de ferro.

A função mais importante do ferro durante a gestação é a produção de hemoglobina, proteína que leva oxigênio para as células do corpo. Na gestação, a quantidade de sangue aumenta em até 50%, por isso este nutriente é tão necessário, pois a falta dele pode resultar em anemia, fraqueza para a mamãe e baixo peso para o bebê.

 

gestante vegetariana nasce mother care atendimento a gestante porto alegre

 

O grande segredo para que não falte ferro na sua dieta é investir em outras fontes, como o feijão e espinafre. O ideal é que esses sejam ingeridos junto com um alimento rico em  vitamina C, para que favoreça a absorção do ferro.

Outra dica importante é de não ingerir bebidas que tenham polifenol próximo da refeição principal, pois ela inibe a absorção do ferro. Esta é encontrada em chás, café, vinho, chocolate e fontes de cálcio, como queijo e iogurte.

 

Inchaço na gravidez, qual o alerta?

Normalmente o inchaço nas pernas e pés durante a gravidez é encarado como um alerta de pressão alta, porém não é uma regra. O diagnóstico de pressão alterada só é possível com uma avaliação médica.

Principalmente no final da gravidez esse sintoma é bem comum, ele acontece pela retenção de líquidos e pelo aumento do tamanho do útero,que está acompanhando o crescimento do bebê, por isso começa a comprimir os vasos localizados na região pélvica, prejudicando o retorno do sangue que está nas pernas.

pés inchados gravidez gestante inchaço nasce mother care

Muitas vezes o excesso de peso facilita o aparecimento de inchaço, assim como o tabagismo e alimentação inadequada.

Na alimentação, o sal deve ser reduzido, pois ele é um dos fatores que provoca a retenção de líquidos. Ingerir bastante água, principalmente em dias quentes também pode ajudar. A prática de exercícios, como caminhadas e hidroginástica alivia o sintoma e ajuda na circulação do sangue.

A gestante deve estar sempre atenta ao seu corpo, se o inchaço for permanente e não ficar apenas nos pés e pernas, algo pode estar errado. Consulte o seu médico para uma avaliação.

O inchaço associado a outros sintomas pode ser um alerta para a diabetes gestacional ou pré-eclâmpsia.

 

Gravidez e a sonolência

Um dos primeiros sintomas na gestação é a sonolência e o cansaço e, mesmo dormindo bem à noite, a gestante fica mais cansada que o normal durante o dia.

Essa repentina necessidade de tirar um cochilo é provocada pelo aumento nos níveis de progesterona, um fenômeno normal na gestação. Esse hormônio feminino ajuda a controlar seu ciclo reprodutivo, e é ele que também pode atrapalhar o seu sono.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Pittsburgh (EUA) 75% das grávidas apresentam algum tipo de dificuldade para dormir.

sonolencia na gravidez sono gravida nasce mother care

Mas por quê?

Esse transtorno pode estar ligado às mudanças no corpo e na rotina da nova mamãe, com variações hormonais, a vontade de fazer xixi com mais frequência e os picos de ansiedade, que fazem com que a gestante não tenha uma momento de relaxamento pleno, super necessário para que o sono chegue e supra o seu cansaço.

O que fazer?

Mesmo que nos três primeiros meses você não tenha a barriga já crescida, estes podem ser os meses mais cansativos. A dica é descansar bastante sempre que puder e ficar atenta aos sinais do seu corpo. Quando você estiver com sono e tiver a oportunidade de dormir, apenas durma. Busque fazer atividades relaxantes e dividir suas angústias com seus familiares, especialmente aqueles que já passaram por essa fase.

 

Terça Aberta | Outubro 2014

Amanhã, 28 de outubro, tem Terça Aberta no Nasce.

Neste encontro as Psicólogas Denise Steibel e Elis Rossi convidam as mães a conversar e trocar experiências sobre o tema proposto.

Neste mês, o tema central é a tecnologia: até onde vai o seu limite e como usá-la com relação aos seus filhos?

Faça sua inscrição e participe!

terça aberta_outubro_nasce

Inscrições: 51-3334-4503

Local: Nasce Centro de Atendimento à Gestante – Rua Gustavo Schmitt, 580, Três Figueiras – Porto Alegre – RS

Intolerâncias e alergias na gestação

A mulher na gestação tende a ficar mais sensível e, por isso, algumas alergias ou intolerâncias podem acontecer.

O Dr. Thomas Moscovitz, Doutor pela Faculdade de Medicina da USP escreveu um texto sobre isso. Veja alguns trechos:

“A alergia é uma reação rápida, por vezes grave, levando à anafilaxia (reação alérgica sistêmica, severa e rápida a uma determinada substância). Já a intolerância é uma reação mais lenta, ocorrendo após horas ou dias de ingestão repetida de determinado alimento. Esses efeitos são mediados tanto por células quanto anticorpos.”

É importante que a gestante esteja sempre atenta às possíveis reações do seu corpo, uma avaliação diária de como os alimentos se comportam no seu organismo depois de ingeridos deve ser uma tarefa adicionado a sua rotina.

“Os sintomas de intolerância mais comuns são os mesmos de diversas outras patologias, o que, muitas vezes, dificulta seu diagnóstico: diarreia, distensão abdominal, problemas de desenvolvimento nas crianças, vômitos, inapetência, dermatites e outros, com consequente anemia, osteoporose, níveis baixos de cálcio, etc.

Já a alergia, causa lesões na pele, coceira intensa, inflamação alérgica na mucosa do nariz e até mesmo conjuntivite. Alguns fatores podem contribuir para a alergia alimentar. São eles: desmame precoce, introdução precoce de alimentos alergênicos, frequência e consumo dos alimentos, monotonia alimentar, deficiência de fibras nutrientes, hábito alimentar, medicamentos que interfiram com o funcionamento do trato gastrointestinal e com a biodisponibilidade de alimentos.

Os alimentos potencialmente mais “alergênicos” são: o leite de vaca, amendoim, soja, trigo, ovo, frutas cítricas, como laranja e limão, peixes e frutos do mar.”

alergias e intolerância nasce mother care

 

Se eu tenho alergia ou intolerância o meu bebê também terá?

“A gestante que apresenta alergia e que durante a gestação, ou na fase de amamentação, continua consumindo grandes quantidades do alimento alergênico tem grande probabilidade de passar essa informação para o bebê, e ele terá mais chances de desenvolver a alergia, mesmo sem estar diretamente consumindo algum tipo de alérgeno.

Alguns estudos têm evidenciado que 50% dos pacientes com alergia alimentar possuem história familiar da patologia, além do que as alergias podem aparecer em qualquer idade. Nos bebês ela é facilmente diagnosticada e mais comum, pois o sistema imunológico da criança ainda não está completamente formado e, então, seu organismo não consegue “lidar” bem com certos alimentos, pois ela não consegue fazer a digestão adequada de muitos deles.”

Lembre-se que o seu médico é a melhor pessoa para te ajudar em qualquer anomalia, ele irá direcioná-la para um profissional especializado, caso seja necessário.

Fonte: Universo Jatobá <>

%d blogueiros gostam disto: