Importância de o bebê engatinhar

O ato de engatinhar ajuda a fortalecer os músculos do bebê para que depois ele seja capaz de andar, e é o primeiro modo de se locomover por conta própria.

Se torna também muito importante para o desenvolvimento e amadurecimento psicológico da criança, que irá conhecer melhor o seu próprio corpo e suas capacidades de se movimentar sem a ajuda dos pais.

A maioria dos bebês aprende a engatinhar entre os 6 e os 10 meses, mas há crianças que nem chegam a engatinhar, preferindo rolar, arrastar-se sentadas ou ficar direto em pé com algum apoio.

Para as crianças, se locomover é a parte importante, não interessa de que forma.

Para estimular a locomoção do bebê dentro de casa, pode ser usado objetos que ele goste ou até mesmo a presença da mãe fora do seu alcance mas em seu campo de visão, isso vai ajudá-lo a ficar mais confiante, além de reforçar sua velocidade e sua agilidade.

Não deixe a criança brincando sozinha!

Nesta fase ele está se sentindo livre para explorar novos espaços e pode ser exposta a perigos dentro de casa, então o ideal é verificar desníveis no piso, fechar tomadas, tomar cuidado com móveis que a criança pode vir a bater a cabeça e principalmente estar sempre por perto.

Cada bebê desenvolve suas habilidades em ritmos diferentes, porém, se a criança chegar a 1 ano de idade sem demonstrar nenhum interesse em se locomover (seja se arrastando, engatinhando ou rolando), ou não tiver descoberto como mexer os braços e as pernas num movimento semelhante, o pediatra deve ser comunicado.

Lembrando também que bebês que nasceram prematuros podem atingir esse e outros marcos do desenvolvimento vários meses depois que as outras crianças da mesma idade.

Cuidados ao sair com um bebê que está engatinhando

Quando o bebê começa a engatinhar sempre é motivo de alegria e preocupação para os pais. Isso porque o cuidado com os objetos que estão ao alcance dos pequenos deve ser redobrado.

engatinhando fora de casa nasce

Ao passear com o bebê que está treinando os primeiros passos não é uma tarefa fácil, mas nos temos algumas dicas:

  • A bolsa de passeio

Na bolsa do bebê é importante colocar um pouco de tudo, desde comida até uma muda a mais de roupa. Você também pode investir em um bom tapete emborrachado portátil e alguns brinquedos.

 

  • Roupa ideal para engatinhar

Deixe ele o mais a vontade possível. Roupas frescas, de tecidos naturais e sem muitos babados e acessórios são melhores para ele se movimentar. Verifique também se a fralda não está prendendo os seus movimentos.

 

  • Cuidado redobrado fora de casa

Se você está sempre de olho em casa, fora dela você precisa ainda de mais atenção. Os pequenos estão na fase de querer tocar e descobrir tudo, não deixe ele se distanciar de você. Não deixe ele engatinhar em qualquer lugar, locais públicos não são os mais indicados.

 

  • Brincadeira chega ao fim

É hora de voltar para casa! Tenha sempre na bolsa uma fraldinha de pano molhada com água ou toalhas umedecidas para limpar as mãos e pés do seu bebê. Lembre-se que ele pode colocar a mão na boca e por isso é importante a higienização.

 

  • De volta pra casa

Lar doce lar, essa frase é muito verdadeira depois do passeio.
Ao chegar em casa, de um banho no seu bebê para acalmá-lo e eliminar qualquer sujeira proporcionada pela brincadeira.

Vamos engatinhar?

Cada bebê tem o seu tempo e mostra o seu desenvolvimento de uma maneira. O ato de engatinhar é muito esperado pelos pais e familiares.

ENGATINHAR bebês nasce mother care

Aos 6 meses os bebês tendem a ficar sentados, e aos 8 ensaiam as primeiras engatinhadas, pois é nesta idade que eles conseguem levantar a cabeça e mantê-la levantada por algum tempo, com força suficiente nos ombros, braços, costas e tronco para conseguir engatinhar.

Os pais podem estimular seu bebê a engatinhar, deitando-o de barriga pra baixo na cama ou no chão. Veja se ele não está com roupas que prendam os seus movimentos e cuide os objetos que estão próximos a ele, assim como a limpeza do local.

Cerca de 80% dos bebês engatinham, porém há exceções. Alguns deles se locomovem sentados e já começam a andar. Em caso de qualquer anormalidade, consulte o pediatra.

 

Quando meu filho vai aprender a andar?

Os meses vão passando e quando os bebês começam a ter mais coordenação e sustentação corporal, as mães logo começam a se questionar quando será o momento que os pequenos irão conseguir andar sozinhos. Ou ainda, antes disso, quando o bebê irá se movimentar sozinho, engatinhando pelo chão?

engatinhar

Para as mães ansiosas por esse momento, é importante esclarecer que alguns bebês podem ir direto para a fase de andar sozinho, pulando a etapa de engatinhar. Mas isso só vai acontecer lá pelo 13º mês.

Normalmente, o bebê engatinha entre o nono e décimo primeiro mês. É nesse período de desenvolvimento que ele consegue ficar sentado buscando explorar o mundo ao redor. Ele consegue identificar os espaços que quer analisar e objetos que deseja tocar, impulsionando o corpo para ir atrás disso. Muitos bebês podem ir progredindo com as pernas esticadas, deitando e usando apenas braços, bem diferente da clássica visão dessa fase.

Caminhar, só a partir do primeiro aninho: o grande momento vem depois do 13º mês. Não queria apressar seu bebê e impulsionar descobertas antes do tempo. Deixe seu bebê encontrar o mundo com seu tempo. Embora as mães fiquem ansiosas, paciência é fundamental para não perder um sorriso nessa caminhada. Controle também a vontade de prevenir as quedas tão comuns nesse período. Isso é um aprendizado importante que seu filho vai ter. Ele vai caminhar cambaleando, mas vai tirando lições muito importantes de superação.

Sabe como aproveitar melhor essa fase? Que tal gavar vídeos (pode ser com o celular mesmo!) de seu pequeno? Esse registros vão garantir boas memórias no futuro! E você pode aproveitar para aliviar um pouco a ansiedade enquanto seu bebê está passando por essa fase.

Os aprendizados que a fase de engatinhar proporcionam para seu bebê

Engatinhar é uma fase que a maioria das crianças vai passar. Momento que antecede os primeiros passinhos e posterior à conquista do equilíbrio corporal ao ficar sentada, essa fase é mais do que uma prévia do desenvolvimento motor e da conquista de movimentos.  Engatinhar ajuda a desenvolver músculos importantes do corpo dos pequenos. A atividade também fortalece ligamentos importantes para aprimorar as habilidades motoras.

engatinhando

Andar com quatro apoios estimula a habilidade visual dos pequenos. Eles começam a ter mais percepção espacial e compreender melhor o espaço ao redor além de ganhar noção de profundidade. Ao engatinhar, a criança também desenvolve seu cérebro, o que irá ajudar na compreensão de atividades futuras que envolvam o processo cognitivo.

O bebê vai desenvolvendo autoconfiança e coragem para enfrentar  obstáculos e desafios. É essa vontade de conhecer e desbravar o mundo que possibilita ganhos na vida deles e contribuem para uma bagagem muito significativa no cérebro deles.

Aproveite ao máximo esse momento! Que tal ficar num canto da sala e esperar seu pequeno que está engatinhando de braços abertos?

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.175 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: