Brinquedos que ajudam no desenvolvimento do seu bebê

 

Brincar é uma atividade fundamental para o desenvolvimento da criança, é assim que ela vai criar suas primeiras percepções do mundo que a rodeia, conhecendo formas, cores, texturas, objetos e suas funções. É também, nas brincadeiras, que o pequeno irá aprender a se relacionar e criar os primeiros vínculos emocionais com outras crianças.


É comum vermos crianças brincando, muitas vezes esta é uma forma de “escape” para os pais, deixando a criança entretida enquanto eles podem realizar outras atividades. Porém, os brinquedos são mais que entretenimento, eles podem definir o futuro profissional de seu filho. “O cérebro se desenvolve desde o nascimento até a vida adulta. Os genes fornecem o projeto básico para esse progresso, mas as experiências dos primeiros anos de vida afetam o modo como ele é colocado em ação. Se elas são positivas, felizes, a arquitetura do cérebro da criança constrói uma fundação forte para o aprendizado, o comportamento e a saúde. A brincadeira é uma dessas experiências basilares, e os bebês já são capazes de reconhecê-la poucos dias depois do nascimento”, explica o pediatra Jack P. Shonkof, diretor do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard (EUA).

 

Escolher o brinquedo certo para a idade do seu filho é muito importante para que ele se adapte a suas capacidades e habilidades.

Para lhe ajudar, criamos uma lista com os jogos ideais para cada fase do seu filho.

ATÉ 2 ANOS
Nesta fase, é importante estimular os sentidos do bebê, suas percepções sensoriais (olfato, paladar, som, tato e visão). A criança aprenderá sobre tamanhos, cores, formas, texturas.
Brinquedos grandes, coloridos, de encaixar e chocalhos são os recomendados.


A PARTIR DOS 36 MESES
As crianças começam a desenvolver sua criatividade e a fantasia, um brinquedo arredondado vira um telefone, por exemplo, e ela começará a imitar gestos dos pais e pessoas próximas. Nesta época brinquedos que o ajudem a montar seu mundo imaginário é importante.


Deve-se estimular as atividades corporais, desenvolvendo, assim, os movimentos. Brincar de bola, brinquedos infláveis, carrinhos de arrastar e uma ótima opção.

 

DE 5 A 7 ANOS

Esta é a fase da criação, deve-se estimular as habilidades manuais, que, além de ajudar na coordenação, o ajudará em sua criatividade. Abuse dos brinquedos de construir e montar, como Lego, por exemplo.

Brinque com jogos de que estimule a memória e cálculos mentais, tais como, jogo de memória, tabuleiro, jogos eletrônicos.

A PARTIR DOS 7 ANOS

Agora, seu filho já tem consciência da sociedade que vive e entende as regras de convivência, nesta fase é extremamente importante a interação e convívio com outras crianças, onde ele possa interagir e se sentir aceito em um grupo.
Uma ótima forma de se fazer isso é iniciar atividades esportivas.

Anúncios

Ajude no desenvolvimento da fala do bebê

As primeiras palavras do bebê sempre são emocionantes para os pais e amigos da família.

A partir dos 12 aos 18 meses, você pode estimular a fala do bebê de várias maneira. Fique atento para qualquer oportunidade.

Fale bastante com o seu bebê, sempre olhando em seus olhos e articule bem os sons das palavras. Induza o bebê a dar respostas simples às perguntas. Não tente adivinhar o que ele quer, estimule que ele nomeie as coisas para ter o que quer.

As músicas temáticas, como a hora do banho e o momento de comer e de dormir, também podem ser um estimulo divertido e educativo. Por isso, prefira as cantigas simples, com letras curtas e repetitivas.

desenvolvimento da fala do bebê nasce mother care gestante porto alegre.pub

Associe gestos às palavras, como sacudir o dedo indicador quando fala “não” ou mostrar as mãos vazias ao anunciar que algo “acabou”.

Ao visitar um lugares diferentes, aproveite para ensinar palavras novas apontam para os objetos.

Contar histórias é super positivo para os bebês dessa idade. Crie vozes diferentes para os personagens, alternando tons graves e agudos, sons mais altos e mais baixos.

Explorar instrumentos musicais, como pianinhos, chocalhos e tambores é ótimo para fazer a conexão da audição com a fala, você pode marcar o ritmo com palmas para estimulá-lo.
Nas encenações, incentive a imitação de sons, como o latido do cachorro ou uma batida na porta.

22° e 23° semanas – Detalhes em formação

Como o cérebro do seu bebê se desenvolvendo rapidamente, o foco agora é nos detalhes da face, como a sobrancelha, o os cílios e as unhas tomando suas respectivas formas.

Os órgãos principais do bebê já estão funcionando, com exceção dos pulmões, que continuam a amadurecer as suas funções desde o nascimento, momento em que começam a trabalhar. Até a vinda do pequeno, o oxigênio necessário é fornecido através do cordão umbilical e da placenta.

Os sistemas nervoso, circulatório e digestivo continuam a desenvolver-se e a evoluir rapidamente, todos os dias.

No corpo da mãe, as mudanças ficam cada vez mais visíveis, pois neste período o útero expande-se para além do limite da pélvis. O aumento da pressão exercida pelo bebê sobre a barriga faz com que, em algumas mulheres, o umbigo comece a desaparecer, mas depois do parto ele voltará ao normal.

A cintura da gestante fica cada vez menos definida e a barriga mais saliente, não esqueça de passar hidratante na pele para evitar estrias.

Imagem1

Na 23° semana, você inicia o sexto mês de gravidez. Nesse momento, o feto já está bem formado e pode pesar cerca de 500 a 800 gramas.

Neste período, é possível que o seu peito expila algum colostro, que é o primeiro leite produzido após o parto. Esse é um líquido com uma consistência espessa e cor amarela ou transparente e, apesar de ser produzido em pequena quantidade, tem na sua constituição todos os nutrientes necessários para alimentar adequadamente o recém-nascido.

Os músculos intestinais da gestante estão mais relaxados, o estômago está mais comprimido, o que pode provocar azia, e a digestão demora mais tempo.
A prisão de ventre também pode ser mais frequente. Para evitá-la, beba muita água ao longo do dia, exercite-se e coma alimentos ricos em fibras.

18° e 19° semanas: quinto mês de gestação

Com a 18° semana o 5° mês de gestação é iniciado, neste período o seu bebê mede cerca de 14cm e pesa aproximadamente 190g. As feições do rosto estão completamente definidas. Com mais destreza manual, ele começa a testar os seus reflexos dando pontapés e chupando nos dedos.

Por isso, as mães sentem bastante o seu bebê se mexendo no líquido amniótico.

Neste período a azia e outros desconfortos estomacais devem estar mais amenos, porém a fome pode ficar mais acentuada, principalmente por alguns alimentos. Avalie o valor nutricional desses alimentos e mantenha a sua dieta.

Se você sofre de varizes ou de penas cansadas, poderá usar meias de descanso ou elásticas, consulte o seu obstetra sobre o uso. À noite durma com uma almofada debaixo das pernas para promover a circulação sanguínea.

Este cansaço também deve-se ao aumento do peso e do volume da barriga, evite fazer esforços desnecessários e todo o tipo de ações que sobrecarreguem a coluna.

18 a 19 semana

Ao entrar na semana 19, se estiver grávida de uma menina, o útero dela começa a se formar.

Você pode notar alterações da sua pele, como a pigmentação de algumas zonas: mamilos, rosto, axilas, coxas, abaixo do umbigo, que adquirem um tom acastanhado mas que desaparece depois do parto.

Entre as semanas até a 22° você irá realizar a segunda ecografia da gravidez para estudo detalhado da morfologia do feto e identificação de possíveis anomalias.

O bebê ainda conserva os olhos fechados mas consegue movimentá-los de um lado para o outro.

Vigie a qualidade da sua alimentação e o aumento de peso. Por norma, são necessárias apenas mais 300 calorias por dia para garantir uma gravidez saudável e para o seu bebê se desenvolver normalmente.

16° e 17° semana: tempos de sentir

É na décima sexta semana que a mãe consegue nitidamente sentir os movimentos realizados pelo bebê. Isso porque, com o desenvolvimento do cérebro, o feto afina a coordenação de movimentos. Ele já consegue abrir e fechar as mãos, esticar braços e pernas e fazer caretas.

As carícias feitas no abdome da mãe já podem ser sentidas pelo bebê, e são reconfortantes e agradáveis.

No final desta semana, o bebê já está medindo cerca de 11,6 cm e pesando aproximadamente 100 g.

No corpo da mãe, o fluxo de sangue no útero é 5 vezes superior ao normal, desta forma, o organismo garante que o bebê receba todos os nutrientes e o oxigênio necessários para se desenvolver.

blog 16 17 semanas desenvolvimento da gestação nasce

Na décima sétima semana os reflexos são cada vez mais intensos, e esta semana marca o início do 5° mês de gestação.

O bebê ganha peso continuamente e começa a acumular as reservas energéticas sob a forma gordura, o que lhe permitirá continuar a crescer em um bom ritmo. O seu tamanho, agora, é idêntico ao da placenta.

O coração bombeia cerca de 21 litros de sangue por dia, irrigando todas as extremidades do corpo, por isso, o bebê faz tantos movimentos com os pés e as mãos.

Os reflexos estão completamente operacionais, o bebê treina a deglutição engolindo e expelindo líquido amniótico.

Os músculos faciais estão cada vez mais ativos, por isso, o bebê já é capaz de abrir e fechar rapidamente os olhos.

Com a barriguinha bem acentuada, a mãe está com o seu metabolismo mais acelerado para corresponder às necessidades nutricionais e energéticas do bebê. Por isso, não descuide de sua alimentação balanceada.

As mamas podem estar muito sensíveis ao toque, e as auréolas mais escuras. Não se esqueça de hidratar muito pele, já preparando os seios para a amamentação.

%d blogueiros gostam disto: