Brinquedos que ajudam no desenvolvimento do seu bebê

 

Brincar é uma atividade fundamental para o desenvolvimento da criança, é assim que ela vai criar suas primeiras percepções do mundo que a rodeia, conhecendo formas, cores, texturas, objetos e suas funções. É também, nas brincadeiras, que o pequeno irá aprender a se relacionar e criar os primeiros vínculos emocionais com outras crianças.


É comum vermos crianças brincando, muitas vezes esta é uma forma de “escape” para os pais, deixando a criança entretida enquanto eles podem realizar outras atividades. Porém, os brinquedos são mais que entretenimento, eles podem definir o futuro profissional de seu filho. “O cérebro se desenvolve desde o nascimento até a vida adulta. Os genes fornecem o projeto básico para esse progresso, mas as experiências dos primeiros anos de vida afetam o modo como ele é colocado em ação. Se elas são positivas, felizes, a arquitetura do cérebro da criança constrói uma fundação forte para o aprendizado, o comportamento e a saúde. A brincadeira é uma dessas experiências basilares, e os bebês já são capazes de reconhecê-la poucos dias depois do nascimento”, explica o pediatra Jack P. Shonkof, diretor do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard (EUA).

 

Escolher o brinquedo certo para a idade do seu filho é muito importante para que ele se adapte a suas capacidades e habilidades.

Para lhe ajudar, criamos uma lista com os jogos ideais para cada fase do seu filho.

ATÉ 2 ANOS
Nesta fase, é importante estimular os sentidos do bebê, suas percepções sensoriais (olfato, paladar, som, tato e visão). A criança aprenderá sobre tamanhos, cores, formas, texturas.
Brinquedos grandes, coloridos, de encaixar e chocalhos são os recomendados.


A PARTIR DOS 36 MESES
As crianças começam a desenvolver sua criatividade e a fantasia, um brinquedo arredondado vira um telefone, por exemplo, e ela começará a imitar gestos dos pais e pessoas próximas. Nesta época brinquedos que o ajudem a montar seu mundo imaginário é importante.


Deve-se estimular as atividades corporais, desenvolvendo, assim, os movimentos. Brincar de bola, brinquedos infláveis, carrinhos de arrastar e uma ótima opção.

 

DE 5 A 7 ANOS

Esta é a fase da criação, deve-se estimular as habilidades manuais, que, além de ajudar na coordenação, o ajudará em sua criatividade. Abuse dos brinquedos de construir e montar, como Lego, por exemplo.

Brinque com jogos de que estimule a memória e cálculos mentais, tais como, jogo de memória, tabuleiro, jogos eletrônicos.

A PARTIR DOS 7 ANOS

Agora, seu filho já tem consciência da sociedade que vive e entende as regras de convivência, nesta fase é extremamente importante a interação e convívio com outras crianças, onde ele possa interagir e se sentir aceito em um grupo.
Uma ótima forma de se fazer isso é iniciar atividades esportivas.

Anúncios

Amor de mãe é fundamental para o desenvolvimento cerebral da criança

Beijo, abraço, carinho, conversa e um olhar afetuoso. A relação de uma mãe com seu filho é a verdadeira expressão do amor e faz tão bem que fica até difícil numerar os benefícios. Essa máxima da vida foi comprovada cientificamente por uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.

blog2

O estudo coordenado pela pesquisadora Joan Luby, autora de diversas pesquisas sobre depressão na infância, analisou imagens do cérebro de 127 crianças. A conclusão foi clara: o hipocampo, uma importante área do cérebro, cresce duas vezes mais rápido em crianças cujas mães demonstravam afeto e apoio emocional, em comparação com as que eram mais distantes e frias.

A pesquisadora ressalta que existe um período crucial em que o cérebro responde mais ativamente ao apoio materno. Por esta razão, a demonstração de afeto e amor nos primeiros anos de vida é fundamental para que a criança tenha um melhor desempenho na escola, aprenda a lidar melhor com a vida adulta e para que possa se desenvolver de maneira mais saudável.

Leia para o seu bebê

O cheiro de um livro novo, o som de alguém lendo uma história, o ato de imaginar os personagens e lugares, tudo isso está muito ligado ao desenvolvimento do seu filho. A leitura é um hábito que deve ser estimulado desde cedo.

Mesmo nos primeiros meses de vida do bebê, a leitura em voz alta ajuda o seu filho a perceber os diferentes tons de voz. Com o tempo, esse hábito irá ajudar no desenvolvimento da fala e da expressão corporal, pois quando o pai ou a mãe lêem, o bebê percebe as suas emoções e sons expressivos. Assim, ele irá desenvolver a sua própria maneira de demonstrar  emoções e sentimentos.

Quando o bebê estiver um pouquinho maior, você pode deixá-lo manusear o livro. Nessa fase, leia as narrativas apontando para as ilustrações, assim, ele assimilará palavras e imagens, estimulando a sua memória e a criatividade.

Este é um hábito que deve ser mantido e atendido sempre que possível, e o ideal é que exista um horário bom para pais e filhos, com ambiente tranquilo. Antes de dormir ou depois das refeições pode ser um bom momento.

leitura para bebês nasce mother care

Como escolher o livro certo?

Até o 1° ano, o conteúdo da história não é tão importante, pois o bebê está mais interessado no momento especial com quem está lendo para ele. Por isso, a primeira dica é preparar o ambiente para a leitura, aconchegando o bebê no seu colo ou no berço. Ele precisa sentir prazer em apenas escutar.

O ideal é que você escolha histórias curtas, mas que tenham um enredo que você também goste, afinal, este momento tem que ser prazeroso para você também.

Quando o seu filho estiver um pouquinho maior, livros com ilustrações e cores vivas chamarão a atenção dele, pois eles adoram histórias com repetição, poemas e brincadeiras com palavras.

 

Veja este vídeo falando um pouco mais sobre o assunto:

https://www.youtube.com/watch?v=KOv6_HetY7k

vídeo leitura para bebês

 

Meninos e meninas, cuidados diferentes?

A alegria de estar grávida é imensa, e logo  nos primeiros dias você já ficará sonhando se será uma filha ou um filho, nomes vêm a cabeça e preocupações também. Uma delas é: será que tem diferença cuidar de uma menina ou de um menino?

Na verdade, não há grandes diferenças, o mais relevante está na identidade sexual de ambos. A percepção deles quanto ao assunto começa apenas com 1 ano ou 1 ano e meio. Mas é apenas na fase entre 2 e 6 anos que se identificam com outras crianças do mesmo sexo e demonstram comportamentos masculinos ou femininos mais característicos.

A higiene de cada um dos sexos deve ser feita de uma forma específica. As meninas, quando bebês, devem ser  limpas da frente para trás, sem retornar o lenço umedecido para a frente, isto para evitar a contaminação pela uretra, canal por onde sai a urina.

Já com os meninos esse cuidado não precisa ser tão grande, por outro lado,  entre 1 e 3 anos, é necessário que a higiene tenha atenção redobrada com o  prepúcio, pele que recobre o pênis, para não machucar, mas ao mesmo tempo, evitar que haja acúmulo de sujeira.

 

blog diferença entre meninos e meninas nasce mother care

Quanto ao desenvolvimento dos bebês, as diferenças também são poucas e depende de cada bebê.

A coordenação motora do menino tende a ser mais ampla, com movimentos mais agressivos e impulsivos, como correr e pular. As meninas, por sua vez, desenvolvem primeiro os movimentos mais sensíveis, como o de desenhar e o de escrever.

Elas também possuem uma facilidade maior em se expressar através de gestos e expressões, e a fala vem mais rápido para elas que observam mais.

Curso básico para cuidadoras de crianças | Novembro 2014

Nos dias 22 e 29 de novembro mais uma edição do Curso Básico para Cuidadoras de Crianças acontece no Nasce.

Há 13 anos a Babá Service oferece, em Porto Alegre o Curso Básico para Cuidadoras de Crianças. O curso acontece todos os meses, no espaço do Nasce Mother Care, com Alana Porto Alegre, Cláudia Mallmann e Lisiane Quaresma.

curso de cuidadoras d crianças nasce mother care

 

O curso da Babá Service contempla aspectos dos cuidados infantis  dos 0 aos 6 anos:

Desenvolvimento Psicológico Infantil:

– Quem é o bebê: aspectos emocionais e físicos

– Jogos adequados para estimulação em cada etapa

– Explorando as potencialidades dos bebês

– As crianças nas diferentes etapas: 2 anos aos 4 anos, 5 anos aos 7 anos

– Jogos, brincadeiras , manejos e rotinas

A Nutrição nos Primeiros Anos:

– Tipo de alimentação adequada para cada idade e como deve ser elaborada (aula prática)

– Higienização dos utensílios

– Cardápio semanal balanceado que corresponda as necessidades das crianças

– Procedimentos adequados com crianças que tenham alguma dificuldade alimentar, inapetência ou voracidade.

Relacionamento cuidadora e família:

– Etiqueta Profissional

– Deveres e responsabilidades

– Ética Profissional

– Relacionamento com os pais, crianças e outros empregados.

Data

22 e 29 de novembro de 2014

Horário

09h às 12h e das 13h às 16h

Inscrições

(51) 3334 4503

Local

Nasce Centro de Atendimento à Gestante

Rua Gustavo Schmitt, 580, Três Figueiras, Porto Alegre

 

Tamanho do meu bebê

Logo quando o bebê nasce o tamanho do pequeno pode assustar. Por mais “grandes” que eles possam ser em relação a outros bebês, o fato de serem pequenos e frágeis em relação a nós, adultos, faz com que as mães se preocupem com o tamanho e o peso dos seus filhos.

A boa alimentação e cuidados atentos são essenciais para o desenvolvimento do bebê. Até o 1° ano o bebê cresce em torno de 30 a 35 centímetros.

Veja a tabelinha que a gente preparou para você:

 

tabela de tamanho e peso do bebe nasce mother care

 

Cada bebê tem o seu tempo de desenvolvimento, esta é apenas uma tabela aproximada, quem poderá avaliar melhor o seu filhote é o pediatra dele.

tamanho do bebe nasce mother care

 

Dica: Brinque com fotos e vídeos para lembrar o crescimento dele.

Curso Básico para Cuidadoras de Crianças

A Babá Service promove todos os meses o Curso Básico para Cuidadoras de Crianças. Em julho, as aulas acontecem nos dias 05 e 12,  das 09h às 12h e das 13h às 16h, totalizando 12 horas de curso. A inscrição pode ser feita pelo telefone: 51 3334-8813.

O programa contempla os aspectos principais dos cuidados infantis dos 0 aos 6 anos.

Desenvolvimento Psicológico Infantil:
– Quem é o bebê: aspectos emocionais e físicos
– Jogos adequados para estimulação em cada etapa
– Explorando as potencialidades dos bebês
– As crianças nas diferentes etapas: 2 anos aos 4 anos, 5 anos aos 7 anos
– Jogos, brincadeiras , manejos e rotinas

A Nutrição nos Primeiros Anos:
– Tipo de alimentação adequada para cada idade e como deve ser elaborada (aula prática)
– Higienização dos utensílios
– Cardápio semanal balanceado que corresponda as necessidades das crianças
– Procedimentos adequados com crianças que tenham alguma dificuldade alimentar, inapetência ou voracidade.

babá

A Saúde da Criança:
– As doenças mais comuns da infância
– Identificar sintomas e a ação adequada
– Administração de medicamentos
– Higienização: troca de fraldas e banho
– Prevenção de acidentes e primeiros socorros

Relacionamento cuidadora e família:
– Etiqueta Profissional
– Deveres e responsabilidades
– Ética Profissional
– Relacionamento com os pais, crianças e outros empregados

Discalculia: como identificar precocemente?

Você já ouviu falar da discalculia? Trata-se de uma dificuldade persistente de aprendizagem ou de compreensão de conceitos numéricos, princípios de contagem ou aritmética.

Essas dificuldades frequentemente são chamadas de incapacidade matemática e, se não forem diagnosticas corretamente, podem comprometer o desempenho na escola durante toda a educação formal. Apesar de não ser possível detectar com precisão na pré-escola quais crianças vão desenvolver a discalculia, e quais não vão, alguns sinais precoces podem indicar fatores de risco. É essencial que os profissionais que irão cuidar de seu filho, desde a escolinha, prestem atenção nessa possibilidade. Testes práticos e rápidos em casa também podem ajudar.

Crianças portadoras de discalculia são incapazes de identificar sinais matemáticos, montar operações, classificar números, entender princípios de medida, seguir sequências, compreender conceitos matemáticos, relacionar o valor de moedas entre outros.

Como identificar com mais precisão? Seu pequeno irá apresentar símbolos matemáticos malformados, demonstrar incapacidade de operar com quantidades numéricas, não reconhecer os sinais das operações, apresentar dificuldades na leitura de números e não conseguir localizar espacialmente a multiplicação e a divisão.

Ao identificar um cenário desses, fale com o pediatra da criança para que ele possa aconselhá-la sobre o melhor tratamento.

 

Fonte: Radar Primeira Infância e Brasil Escola

Por que os bebês adoram jogar os objetos no chão?

Sabe aquela fase em que tudo que a criança pega ela atira no chão?

Nada para nas mãos dos pequenos, afinal, parece que a maior diversão é atirar os objetos no chão, muitas vezes, para desespero dos pais.

jogar-no-chao

Mas por que esse impulso?

O fato é que nos primeiros meses de vida, essa ação é completamente espontânea e automática, sendo que não foi descoberta ainda a sua causa.

Agora, quando elas são mais grandinhas, essa atitude é uma forma de aprendizado. Explicamos: bebês atiram os objetos no chão e dessa forma conseguem assimilar movimentos, novos sons, descobrem como objetos aparecem e reaparecem inclusive identificar reações dos pais ao pegar os brinquedos e devolver.

 

Fonte: Revista Crescer

Curso Básico para Cuidadoras de Crianças

Há 13 anos a Babá Service oferece, em Porto Alegre o Curso Básico para Cuidadoras de Crianças.

O curso acontece todos os meses, e as próximas edições dele serão no espaço do Nasce Mother Care, com Alana Porto Alegre, Cláudia Mallmann e Lisiane Quaresma.

O programa do curso contempla os aspectos principais dos cuidados infantis dos 0 aos 6 anos.

Conteúdos:

Desenvolvimento Psicológico Infantil (6h):

Quem é o bebê? A formação do psiquismo, as suas potencialidades e como explorá-las. A rotina saudável (sono,alimentação, troca, banho, brincadeiras). A importância do vínculo e a relação: família e cuidadora.

Nutrição (3h):

Higiene, equipamentos, hábitos desejáveis na alimentação, os nutrientes, a alimentação nas diversas etapas( receitas das papas, sucos, vitaminas e mingaus) e saúde dental.

Saúde da Criança (3h):

Higiene e conforto, problemas mais comuns, administração de medicamentos, prevenção de acidentes domésticos e primeiros socorros.

Data: 22/09 e 29/09 (sábados)

Horário: 9h às 12h e 13h às 16h.

Investimento: 2 x R$ 160 ou R$ 300 à vista – curso completo

………………………R$ 80 – por módulo

%d blogueiros gostam disto: