O que fazer quando a bolsa estoura

Durante a gravidez, o bebê está protegido, no útero, dentro de uma membrana, que fica cheia de líquido amniótico.

Quando a bolsa do líquido amniótico estourar, é importante manter a calma, não se desespere. O ideal a fazer é limpar-se, colocar uma roupa seca, um absorvente, ligar para o médico e ir para a maternidade, pois tudo indica que o bebê vai nascer.

Não é difícil identificar se a bolsa realmente estourou, já que a perda de água é intensa e, ao contrário da urina, a gestante não consegue controlar.

Normalmente ocorre depois do trabalho de parto ter início e somente 10% das gestantes, têm a ruptura repentina, antes mesmo de o trabalho de parto começar.


O líquido pode ser transparente ou amarelado, e vir com um pouco de sangue junto, fique atenta se este estiver escuro ou esverdeado, é preciso ir imediatamente para a maternidade, essa coloração pode indicar, por exemplo, que houve um descolamento de placenta.

A bolsa d’água, tem a função de proteger o bebê contra traumas e infecções. Depois que ela se rompe, o parto ocorre, no máximo, nas 48 horas seguintes, porém, alguns obstetras optam por induzir o nascimento com medicamentos, a fim de evitar infecções.

Se a bolsa estourar antes da 37ª semana, procure seu obstetra, que vai verificar se a bolsa rompeu e, se tiver rompido, verificar a necessidade de se adiar o parto ou fazê-lo no momento para evitar infecções ou complicações.

São as últimas semanas de gestação, a ansiedade e o nervosismo crescem, sendo importante manter a calma nesse período, prezando a saúde da mãe e do bebê, tendo sempre um acompanhamento médico.

 

Rosto inchado no fim da gravidez

As pernas e os pés inchados, além do rosto mais redondo, são um dos sinais comuns na reta final da gravidez. O inchaço é gradual e, de maneira geral, pode ir aumentando a partir do sétimo mês de gestação.

rosto inchado

Durante a gestação a circulação do corpo, como um todo, fica prejudicada, diminuindo a velocidade do sangue, que fica mais diluído. Com isso, o corpo passa a ter uma maior retenção de líquido que vai acumulando no tecido adiposo, favorecendo o inchaço.

O inchaço também pode ser motivado por outros fatores, que devem ser acompanhados por médicos caso haja qualquer alteração mais rápida, como variação hormonal, calor, ganho de peso, sedentarismo e maus hábitos alimentares. Para evitá-lo, mantenha uma dieta longe de alimentos industrializados, beba muita água e pratique atividades físicas. Um alongamento pela manhã e uma massagem no rosto podem ajudar bastante.

Inchaço na gestação: como evitá-lo?

Infelizmente o inchaço nos pés e pernas é um sintoma natural e temporário na gestação. Porém, com alguns cuidados, é possível amenizá-lo.

O nome técnico desse inchaço, comum nas gestantes é edema, ele é resultado do sangue a mais que circula no seu corpo durante a gestação.

As pernas e pés acabam sofrendo mais devido ao constante crescimento do útero, que pressiona veias e faz com que o sangue se acumule. A pressão do sangue leva a água e sangue para os pés e tornozelos, resultando no incômodo inchaço.

A retenção de líquido também colabora para esse sintoma.

melhorar o inchaço na gestação nasce mother care

O que fazer?

  • Sempre que você estiver sentada ou deitada, procure colocar os pés para cima. Use almofadas, bancos ou cadeiras para isso.
  • Beba mais água! Aumente o volume e a frequência com que você bebe água, assim você irá urinar mais vezes e a retenção de líquido será menor.
  • Usar uma meia-calça com compressão pode ser ruim nos dias mais quentes, porém  ela é uma aliada para evitar que o sangue fique acumulado no tornozelo. Converse com seu médico para saber se ela é apropriada para você..
  • Alimente-se bem e diminua o sal. O sódio aumenta a retenção de líquido, por isso evite produtos industrializados, alimentos prontos e frituras. Alimentos frescos, como frutas, legumes e verduras são sempre bem-vindos.
  • Mova-se! Pratique exercícios de baixa intensidade, como caminhada ou hidroginástica. Converse com o seu médico sobre outras práticas.

 

Leia também:

Inchaço na gravidez, qual o alerta?

A influência dos pés na gestação

Cuidados no fim de gestação

A ansiedade pelo grande momento já toma conta de você e dos seus familiares neste final de gestação, não mesmo? O oitavo mês parece passar mais devagar que todos, e a espera do nono mês também.

As contrações aumentam, ter uma noite de sono tranquila se torna cada vez mais difícil e o estômago não é mais o mesmo, com tanta azia e refluxo.

cuidados no final da gestação fim hora do parto nasce mother care

Como tornar os últimos dias mais leves?

 

Relaxe!

Sabemos que falar é mais fácil do que fazer, mas você precisa relaxar nesses últimos dias, deixe os problemas do dia-a-dia de lado e cuide mais de você e do seu bebê.

Massagens podem ser ótimas para aliviar as dores nas costas e o estresse. Porém cuide quem irá realizá-la em você, todo o seu corpo está em um nível de sensibilidade altíssimo. O ideal é que você inicie as massagens após o final do primeiro trimestre.

 

Alimente-se bem e beba muita água

O cuidado que você teve durante toda a gestação não pode ser descuidado nesses últimos meses. Evite alimentos gordurosos, que favorecem o surgimento de azia e queimação.

Além disso, é recomendada a redução do consumo de carnes, leite, iogurte e proteínas em geral, pois estes levam mais tempo para serem digeridos, causando desconforto.

Mantenha as pequenas refeições em intervalos pequenos, nunca ultrapassando três horas entre cada refeição.

 

Controlando as contrações

Nos últimos meses as contrações são mais frequentes, porém você deve ficar atenta ao tempo de intervalo entre uma e outra. Caso elas sejam muito doloridas e intensas, você pode estar entrando em trabalho de parto. Na dúvida, informe o seu médico.

 

De olho no xixi

É preciso estar pronta para identificar o rompimento da bolsa.

A urina tem seu cheiro e cor característicos e é possível controlá-la, o rompimento da bolsa ocorre numa velocidade intensa e é impossível controlar. O nascimento do bebê deve ocorrer no máximo até seis horas após o rompimento, por conta do risco de uma infecção.

Se o líquido do rompimento da bolsa for amarelado ou esverdeado, acione o seu médico rapidamente e vá para o hospital, pois o seu bebê pode estar em sofrimento.

 

Quero avisar todo mundo!

Neste momento as pessoas mais importantes são você e o seu filhote, preocupe-se em tornar esse momento especial e sem preocupações.

Não esqueça que toda a gestante tem direito a um acompanhante junto na hora do parto, você está assegurada por lei.

Caso o seu acompanhante não esteja por perto, informe-o e peça para que ele avise os familiares e amigos que você deseja.

 

No mais, tenha um ótimo momento.

Leia também: O que fazer ao entrar em trabalho de parto?

 

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.172 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: