Suor no bebê

O suor tem a função de ajudar a regular a temperatura corporal, portanto, quanto mais a temperatura ambiente se eleva, mais suor será produzido. 

Até 18 ou 20 meses, os bebês têm o sistema de termorregulação corporal imaturo, o que significa que, ao mesmo tempo que eles ficam com frio rapidamente, também suam demais. A única coisa que pode se fazer é assegurar que a criança não passe muito calor.

Muitas mães se preocupam com o suor excessivo do bebê durante a noite, o que na maior parte dos casos, indica apenas calor. Portanto, quando seu bebê estiver suando demais é recomendado retirar alguma peça de roupa mais quente ou trocar as roupas do bebê por versões mais leves e fresquinhas.

Durante a amamentação é comum o bebê suar um pouco mais devido ao esforço realizado para sucção do seio, além de entrar em contato com o calor do corpo aquecido da mãe. O ideal é amamentar em locais mais arejados.

Na hora de vestir o bebê, principalmente no período da noite, a dúvida de quantas peças usar na criança sempre atormenta os pais, pois, o bebê não deve se sentir preso em meio à roupas e cobertores, sendo suficiente vestir mais uma peça do que as usadas pelo adulto.

Os resfriados são frequentes em distintas épocas do ano devido às mudanças bruscas de temperatura, por isso, se o suor estiver frio há grandes chances de haver um resfriado. Evitar sair à rua nas horas mais quentes e sempre levar uma manta ou xale caso esfrie repentinamente é recomendado na hora do passeio.

A transpiração excessiva pode ser considerada uma complicação quando associada a febre ou tosse persistente, por exemplo. Nesse caso, aconselha-se a procura de ajuda médica para análise das causas.

Anúncios

Como suportar o calor do verão na gestação?

Os dias mais quentes podem se tornar incômodos, principalmente para as gestantes.

O clima muito quente eleva a temperatura do corpo, e o esforço extra de carregar o barrigão aumenta a sensação de calor.

A gestante precisa encontrar maneiras para ficar mais fresquinha no alto do verão e evitar a sensação de exaustão, pressão alta, tonturas ou desidratação.

Em casa, seria interessante você investir em um ventilador ou ar-condicionado, para dormir e para outras atividades como cozinhar. Lembre-se que você precisa dormir bem para descansar o corpo e cansar menos durante o dia.

Ao chegar de um dia cansativo ou quando sentir muito calor, encha uma bacia com água fria e relaxe seus pés.

Ou vá logo para uma chuveirada. Você pode repeti-la sempre que quiser. Cuide para que a água não esteja totalmente gelada, porque seu corpo pode responder gerando mais calor. Prefira um banho fresquinho, de morno para frio, em vez de gelado.

Se tiver tarefas para fazer na rua, prefira o começo e o fim do dia, para não sair no sol quente. Invista em roupas leves, com tecidos frescos e naturais, não sintéticos. O mesmo vale para os lençóis.

calor na gestação nasce

Ao sair de casa, principalmente em pequenas viagens, você pode carregar um borrifador em spray com água, para jogar no rosto.

Use chapéus de abas largas para proteger a cabeça do sol e não esqueça do protetor solar.

Tomar sol faz com que o calor se acumule no seu organismo, portanto é mais aconselhável se manter à sombra.

Beba bastante água, sempre. Mantenha uma garrafinha por perto para evitar a desidratação.

Qualquer mal estar, avise a pessoa mais próxima!

Como aliviar o calor do bebê

Na praia ou mesmo na cidade, enfrentamos as altas temperaturas do calor da estação. O bebê não pode sentir frio, mas o calor intenso desta época também o prejudica.

Como os recém-nascidos ainda não conseguem expressar direito os seus desconfortos, alguns sinais podem ajudar os pais. A irritação, o suor, o choro mesmo depois de mamar ou trocar a fralda podem ser alguns indícios de que a temperatura está alta demais.

como aliviar o calor do bebê nasce mother care

Para evitar que o seu bebê fique nervoso com o calor invista em roupas leves e confortáveis, nada de acessórios apertando. No verão os pais podem recorrer a mais de um banho por dia para refrescar a criança.

Caso o bebê já esteja ingerindo alimentos sólidos, introduza opções para afastar o calor, os sucos de fruta e pedacinhos de fruta fresquinhos são ótimas opções. A hidratação neste período é fundamental.

As vezes o calor é tão intenso que o uso do ventilador ou do ar condicionado se faz necessário. Se os equipamentos estiverem em uma temperatura adequada, não tem problema.

No caso do ar condicionado a  temperatura ideal para os pequenos é 25ºC, que já vai refrescar bem o ambiente. Com o ventilador você só não deve colocá-lo diretamente virado para o bebê, prefira deixá-lo virado para uma parede com a função de apenas refrescar o ambiente.

Como proteger as crianças do calor

Se o calor intenso já deixa os adultos incomodados, imagine os pequenos. Por isso, é necessário ficar de olho em alguns itens para garantir um dia mais confortável e uma noite de sono agradável. 

calor

Passeios: em dias muito quentes, o ideal é reduzir as saídas ao ar livre para o começo ou final do dia. A temperatura alta pode provocar mal-estar. Lembre-se que em crianças mais grandinhas protetor solar, chapéu e óculos de sol de boa qualidade são necessários! 

Água: o ideal é que a partir dos 2 anos a criança também consuma até 1 litros de água para não desidratar. Equilibrar com sucos e água de coco é uma ótima alternativa. 

Ar-condicionado, ventilador e umidificadores de ambiente: esses eletrodomésticos refrescam o ambiente, mas quando há crianças na casa, é preciso alguns cuidados.

O ventilador é o mais tranquilo. Seu está liberado, desde que esteja em boas condições e não fique em cima da criança. Já o ar-condicionado, quando usado em excesso, pode deixar a mucosa da garganta mais sensível a bactérias. Dois recursos podem driblar o ar ressecado: um balde de água ou uma toalha úmida em cima da cabeceira da cama. 

Alimentação: para crianças que já saíram do período de amamentação, o ideal é oferecer alimentos leves, feitos na hora e cheios de nutrientes. 

Cabelos secos: se a hora do banho for mais tarde, não esqueça de secar bem o cabelo e a a cabeça da criança. Jamais deixe seu pequeno dormir de cabeça molhada. 

Roupa ideal: evite tecidos sintéticos. Roupas de algodão e linho são a melhor alternativa. 

E você, tem algum outro truque para refrescar?

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.177 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: