Mitos e verdades sobre o parto

Falta de informação aumenta número de cesáreas no país.

Na carona da ansiedade que precede o parto, dicas e recomendações aparecem por todos os lados. E informações equivocadas podem levar a decisões equivocadas. Saiba quais as frases mais ouvidas pelos especialistas quando o assunto é parto. E tire suas dúvidas.

parto-nasce-mother-care

“Vou ter de fazer cesárea porque o bebê está com o cordão umbilical enrolado no pescoço”: Mito
Na maioria das vezes, o cordão umbilical é retirado do pescoço do bebê ao nascer e não provoca nenhum problema. Dentro do útero, o feto respira através do cordão, e ele está enrolado por todo o corpo do bebê. O fato de estar ou não em volta do pescoço não representa um risco adicional por si só.

“Parto normal é muito mais dolorido do que a cesariana”: Depende
No parto normal, as contrações uterinas e a passagem do bebê podem provocar dores, que atualmente são amenizadas por anestesia. Após o nascimento, entretanto, a recuperação da mãe é rápida e pouco dolorosa. Já o parto por cesárea não doi nada. A dor aparece no pós-operatório, quando a mãe pode ter efeitos colaterais pela anestesia e medicamentos, e desconforto na região onde o corte foi feito.

“Tive o primeiro filho por cesárea, mas acho que posso ter o próximo por parto normal”: Verdade
Um parto cesáreo prévio não é contraindicação ao próximo parto normal, ao menos que a primeira cesárea tenha sido feita com uma incisão uterina corporal (longitudinal). O parto vaginal após cesariana é possível e tem sido estimulado.

“Optei pela cesárea porque o parto normal alarga a vagina e ela não volta mais ao normal”: Mito
A vagina encontra-se alargada imediatamente após o parto. A redução de suas dimensões é gradual e, depois de cerca de três semanas, provavelmente já ocorreu a regressão do edema e da vascularização vaginal, e suas dimensões já estarão próximas ao período anterior à gravidez. Os exercícios perineais após parto ou cesariana são eficazes em fazer retornar o tônus dessa musculatura.

“Não quero cesariana porque não vou produzir muito leite depois que meu filho nascer”: Depende
Inúmeros fatores estão envolvidos na produção de leite materno, e não há como associá-lo unicamente à via de parto. O que se sabe é que no parto normal ela ocorre mais precocemente, e isso favorece o aleitamento. O início da lactação pode demorar 24 horas a mais nas mulheres submetidas a cesarianas, mas o volume de leite, a capacidade de amamentar e o tempo de amamentação não são influenciados pelo tipo de parto.

“Pra mim tanto faz parto normal ou cesárea, já que isso não vai fazer a mínima diferença para o meu filho”: Mito
Estudos comprovam que o parto normal fortifica o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê, protege o recém-nascido de algumas possíveis complicações, principalmente de desconforto respiratório. Já a mãe tem menor chance de depressão pós-parto.

“Já completei os nove meses e meu filho não nasceu. Posso esperar mais um pouco para ver se consigo ter parto normal”: Verdade
A gravidez normal vai de 37 a 42 semanas. A data considerada como provável para o parto é 40 semanas. Não há como prever. Caso se completem 41 semanas e o trabalho de parto não tiver sido desencadeado, existem técnicas (medicamentosas ou não) para indução do trabalho de parto.

Fontes: Edson Cunha Filho, obstetra do Hospital São Lucas da PUCRS e plantonista do Hospital Moinhos de Vento, Maria Lucia Opperman, chefe do Centro Obstétrico do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e Brena Melo, obstetra e conselheira da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Matéria publicada em 07/06/2014 às 06h03 no ClicRBS. Clique aqui para ver a matéria original. 

Anúncios

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.177 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: