Compartilhar ou não a sua cama com o bebê?

Um artigo recentemente publicado no site Healthland, da revista Time, levantou uma questão já há um tempo debatida e um tanto polêmica: dividir ou não a cama com o bebê? Por que as crianças não devem dormir com seus pais?

O Healthland  mostra que um estudo recente sugere que o aleitamento materno e dividir a cama podem andar de mãos dadas, mas enquanto mais informações apoiam a amamentação, os estudos não são tão definitivos sobre pais e filhos dormindo na mesma cama. A meta do Healthy People para 2020 é aumentar o número de mulheres que amamentam exclusivamente seus bebês nos primeiros 3 meses de 33% para 46,2%. E a UNICEF e outras organizações internacionais também estão promovendo ativamente essa prática.

Baby sleeping close to her mother, holding her finger

Mas está longe de ser unanimidade dividir a cama com os pequenos. La Leche League e muitos grupos de pais apoiam a prática porque eles acreditam que isso encoraja o cuidado enquanto a Academia Americana de Pediatras (American Academy of Pediatrics) recomenda o contrário porque isso aumentaria o risco de sufocamento e SIDS – Síndrome da Morte Súbita.

Uma nova pesquisa, baseada no Infant Feeding Practices Study II, questionou mulheres grávidas e durante o primeiro ano de seus bebês. Os resultados do estudo mostraram que compartilhar a cama era uma prática de mães que amamentaram por mais tempo. A co-autora da pesquisa, Dr. Fern Hauck, uma professora de medicina familiar na Universidade de Virgínia, informou que “as duas coisas estão muito interligadas, mas acreditamos que partilhar a cama promove o aleitamento materno, e não o contrário.”

Ainda assim, alertou que grupos médicos não recomendam compartilhar a cama com os bebês porque colocar crianças em camas de adulto está associado 3 vezes mais ao risco de sufocamento ou morte súbita, mesmo que os pais não fumem, bebam ou usem drogas. O risco é muito maior em pais que possuem esses vícios. Mais pesquisas são necessárias para encontrar formas seguras de encorajar o aleitamento.

A Academia Americana de Pediatria recomenda que pais coloque os bebês em seus berços, num lugar seguro dentro de seus quartos. Pode ser próximo às mães, mas ao finalizar o aleitamento, as mães devem colocar seus bebês de volta

Embora seja típico para os bebês amamentados a adormecer no peito e dormir mais profundamente, Hauck diz que há um lado escuro para tal sono profundo. “Nós acreditamos”, ela explica, “que a SIDS é um distúrbio de excitação. Então, se os bebês estão dormindo muito profundamente e eles ficam em uma posição com o nariz para baixo, eles têm em maior risco de SIDS”.

Então como é que as novas mamães podem equilibrar os benefícios de ficar perto de seus recém-nascidos e não colocá-los em risco? Compartilhar o quarto pode ser uma solução, dizem alguns especialistas. “Manter a mãe e o bebê juntos na maior parte do tempo, incluindo a noite”, diz o neonatologista Dr. David Dacosta.

 

Fonte: http://healthland.time.com/2013/09/25/to-bedshare-or-not-to-share-why-infants-shouldnt-sleep-with-mom-and-dad/

Anúncios

Uma resposta para “Compartilhar ou não a sua cama com o bebê?

  1. Vanessa Severo Coffy

    eu amamento o meu bebê e procuro sempre devolver ao berço depois da mamada, as vezes ele acorda e tenho que deixar ele comigo até adormecer de novo, mas depois coloco no berço, que fica ao meu lado no quarto.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.175 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: