Depressão na gravidez

A gravidez é um momento muito esperado por muitas mulheres, que por muito tempo sonharam com o momento de poder carregar seu filho na barriga. Mas nem sempre quando este momento chega o sentimento é de alegria e comemoração.

Infelizmente, um caso muito comum na gestação é a ocorrência de depressão. A doença atinge cerca de 10% das gestantes. Por conta da grande quantidade de hormônios em circulação, é comum em algum momento da gravidez surgirem sentimentos de tristeza, melancolia ou culpa.

 

Principais sintomas

– Tristeza. Fique atenta a este sentimento se permanecer por mais de duas semana

– Sentimentos depressivos

– Dificuldade de se concentrar

– Fadiga

– Sentimentos de culpa ou de inutilidade

– Insônia ou dormir demais

– Desequilíbrio alimentar – come demais ou não sente fome

– Pensamentos constantes de morte ou suicídio.

 

Possíveis causas

 

Além dos hormônios, as constantes mudanças na vida da gestante e a responsabilidade de cuidar de outra vida pode tornar as gestantes vulneráveis à doença.
Outros fatores são:

– Histórico familiar ou pessoal de depressão

– Problemas com a gestação

– Problemas de fertilidade

– Complicações ou aborto em gestações anteriores

– Abuso/Violência (no passado ou presente)

– Circunstâncias de vida estressantes



Preste muita atenção, caso você se enquadre nos sintomas da doença, ligue para o Nasce: (51) 3334-4503. A depressão é uma doença séria e deve ser tratada com acompanhamento médico, a automedicação pode ser prejudicial para você e seu bebê.

Anúncios

CURSO 2 DE DEZEMBRO

A gestação é um momento mágico para todo casal, mas quando percebemos que em pouco tempo seremos responsáveis por um lindo bebê é comum surgirem dúvidas e quanto mais próximo do parto, mais dúvidas surgem.

Pensando em lhe ajudar e preparar o melhor possível, o Nasce desenvolve cursos para te auxiliar e tornar mais confiante na hora em que seu filho chegar. É o caso do curso que acontecerá dia 2 de dezembro.

Confira nosso cronograma!

 

CUIDADOS COM O RECÉM-NASCIDO – 9h às 12h

Este workshop oportuniza aos futuros pais e mães adaptarem-se aos seus novos papéis, receberem e revisarem informações acerca da experiência do nascimento e cuidados com o bebê, tornando-os mais confiantes em suas habilidades como pais e melhor sintonizados com as necessidades desse novo ser.

 

Temas abordados:

– Cuidados imediatos ao nascimento (sala de parto)

– Acolhendo e compreendendo as necessidades do bebê

– Aprendendo na Prática: higiene e conforto (banho, troca de fraldas e cuidados com o coto umbilical)

OFICINA DE PAPINHAS – 14h às 17h

Após os 6 meses do seu bebê é recomendado introduzir a alimentação complementar. E, para tirar todas as suas dúvidas sobre este momento, as nutricionistas Betina Ettrich e Gabriela Penter, desenvolveram a Oficina de Papinhas.

 

Temas abordados:

– Recomendações sobre a introdução da alimentação

– Como preparar uma papinha saudável, gostosa e nutritiva

– Ingredientes, técnicas e receitas

 

Como me inscrevo?

Inscrições e mais informações pelo telefone: (51) 3334 4503.

 

Onde acontecerá o curso?

Nasce Centro de Atendimento à Gestante – Rua Gustavo Schmidt, 580, Três Figueiras – Porto Alegre/RS.


Esperamos por você!

Dicas para você decorar o quartinho do bebê

Uma das partes mais prazerosas e gratificantes fases da gestação é a organização e planejamento do quartinho do bebê. Sempre queremos entregar o melhor para o nosso filho, e isso, às vezes, pode chegar a valores exorbitantes. Pensando nisso, separamos algumas dicas incríveis de decoração no melhor estilo faça você mesmo, basta reservar um tempinho e muita vontade. Os resultados são lindos e a economia mais linda ainda.

Stencil


imagem http://followthecolours.com.br

Fácil, rápido e lindo, este é o stencil, nada mais do que um molde que facilita a aplicação de desenhos e formas na parede, minimizando as chances de erro.
Os materiais para a criação de um stencil são:

lápis, para desenhar o formato desejado (normalmente nuvem);
papelão ou outro material resistente, onde será desenhado, recortado e aplicado a tinta, dando vida ao desenho;
Estilete, para recortar o desenho;
Pincel/rolo;
tinta.

Com estes materiais e criatividade, você poderá criar e decorar o quartinho do seu bebê. Neste link https://goo.gl/ndJLR3 você encontra um passo a passo muito bacana sobre o assunto.

Organizador de brinquedos com paletes

Criar um organizador de brinquedos com paletes é outra ideia que vale muito! de fácil criação e com um resultado lindo, este item de decoração deixa o espaço com um aspecto divertido e sustentável.
Para a criação deste ítem, lembre-se de deixar as caixas fixas entre si e na parede, evitando quedas e deixando o espaço mais seguro para os pequenos.

Parede lousa

Uma forte tendência na decoração de quartos e ambientes mais descontraídos é utilizar a parede como lousa, nela você e seu filho poderão brincar e desenha à vontade, a diversão será garantida.
Existem duas maneira de deixar a sua parede com este aspecto, tinta lousa e papel contact.
Na hora de escolha existem alguns aspectos que levar em consideração.
Tinta: normalmente é mais barata, porém a aplicação é trabalhosa, tendo que aplicar aproximadamente 3 demão para ficar com o aspecto desejado. Não escolha a tinta se você tiver que remover em pouco tempo (se tiver que entregar a casa alugada, por exemplo) pois é muito difícil cobrir a tinta preta, principalmente com cores claras.
Papel contact: de fácil aplicação e remoção, esta é uma boa opção para quem quer mudar radicalmente o ambiente sem precisar pintar a parede, normalmente sendo a opção escolhida.

Adesivos de parede

foto pakamera.pl

Este não é um ítem da linha faça você mesmo mas vale muito a recomendação.
O adesivo de parede é uma dica de ouro para quem quer aproveitar bem o espaço disponível na parede sem precisar fazer grandes reformas.
É fácil encontrar a venda dos adesivos, em lojas físicas e onlines, e modelos são o que não falta.
Se você quiser seu cantinho mais personalizado, é possível mandar fazer seu adesivo com nomes, frases e até mesmo fotos.

Agora é só aproveitar as dicas, botar a criatividade para funcionar e montar o melhor espaço possível para que o seu filho possa crescer e se desenvolver.

Bom proveito e mão na massa!

Gestante pode pintar o cabelo?

É comum as mulheres cuidarem de sua sua aparência, e quando vem a gravidez surge a questão: e agora, posso pintar o cabelo?
Esta é uma pergunta típica entre as gestantes, já que tudo que é usado, ingerido e feito neste período pode afetar não apenas a mãe mas o bebê também. Mas afinal, posso pintar ou não?

Sim, as futuras mamães pode pintar o cabelo a partir do 12ª semana de gestação (primeiro trimestre, fase importantíssima na criação dos órgãos do feto), após a liberação do médico,  mas não são todos os produtos que são recomendados.

Não utilize tinta com base de amônia. Não existe um estudo que indique que amônia seja segura  para o bebê, então é desaconselhável o seu uso. Hoje é fácil encontrar produtos específicos para gestantes.

Se possível, mantenha o couro cabeludo livre de químicas pesadas, ele é uma área muito vascularizada, então é importante deixar a tinta aproximadamente 2 centímetros de distância da raiz,  para evitar que o produto seja absorvido e acabe entrando na corrente sanguínea.

Escova progressiva, pode?

Fique longe do formol! Escova progressiva e outras técnicas de alisamento utilizam químicas fortes para alisar os fios. O formol é uma substância apontada como cancerígena pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e pela Organização mundial de saúde (OMS).

IMPORTANTE: O uso do formol deve ser evitando também durante o período de amamentação.

Lembre-se ,nenhum tratamento de beleza é tão importante quando a prioridade é o seu bebê.

A gestação é um curto e importantíssimo período na vida de toda mãe, deixe para radicalizar e ousar em seus visual após a gestação e  amamentação.

Fimose no bebê

A fimose se trata de uma condição bem comum nos primeiros anos de vida do menino, onde a pele do prepúcio, cobertura de pele que cobre o pênis, nasce grudada na glande, fechando o mesmo.

Quase 100% dos bebês de sexo masculino, nascem com fimose e, esse quadro naturalmente muda conforme a criança vai crescendo e essa “pele” vai desgrudando.

O quadro da fimose é completamente natural e temporário, porém, quando ele não some até o final da infância, um médico especialista deve ser procurado para evitar problemas à saúde ao decorrer da vida do homem.

Até o primeiro ano de vida, a maioria das crianças não apresentam mais fimose, ou seja, a pele do prepúcio já desgrudou completamente da glande. No entanto, essa retração pode ocorrer até os três primeiros anos de vida do bebê.

Se neste período de três anos para frente não seja notada alteração no quadro, rotula-se a Fimose Verdadeira e, neste caso, a intervenção cirúrgica é comum entre os 7 e 10 anos do menino.

É importante lembrar que exercícios de retração da pele à força que algumas mamães fazem para que a fimose desapareça podem causar microtraumatismos, dor, inflamações e até sangramentos. Isso pode piorar a fimose já que a cicatriz das lesões leva a um estreitamento maior do anel do prepúcio.

Cirurgia plástica e dermatologia no Nasce

Estamos com uma super novidade: cirurgia plástica e dermatologia no Nasce!

A Délicat é uma clínica de cirurgia plástica e dermatologia clínica e estética, que conta com profissionais especializados para atender a sua necessidade. 

Teremos o atendimento com a dermatologista, Dra. Camila Camozzato e os cirurgiões plásticos, Dr. Gustavo Brauner Barcellos, Dr. Paulo Favalli e Dr. Ronaldo Carrara.

Seja bem-vinda Délicat! ❤

WhatsApp Image 2017-10-06 at 17.57.16

Icterícia no recém-nascido

A icterícia aparece no bebê saudável quando o sangue fica com excesso de uma substância chamada bilirrubina, causando a pele amarelada do recém-nascido.

Os recém-nascidos tendem a ter níveis de bilirrubina mais elevados porque possuem hemácias extras no corpo, e seu fígado ainda não consegue metabolizar o excesso de bilirrubina.

Mais de 50 por cento dos bebês saudáveis e absolutamente normais ficam com a pele amarelada nos primeiros dias depois de nascer. Se isso acontecer com seu bebê, não é preciso se apavorar, mas é preciso falar com o pediatra.

No caso de um bebê nascido depois de 37 semanas de gravidez, dentro de uma semana a cor natural deve voltar e, em bebês prematuros, pode demorar um pouco mais.

Em casos mais raros, recém-nascidos com icterícia podem sofrer danos neurológicos, mas isso só acontece quando os níveis de bilirrubina ficam extremamente elevados.

O tratamento é feito com fototerapia – o bebê é colocado sob luzes fluorescentes que ajudam a metabolizar a bilirrubina, para que ela seja excretada pelo fígado. A criança é colocada numa espécie de bercinho de luz, sem roupa, com os olhos cobertos por uma máscara protetora.

 

Doce para bebês

Os doces são chamados de calorias vazias, não oferecendo benefícios para nenhuma faixa etária, pois, além de não ter valor nutricional, o consumo excessivo de doces pode provocar cáries dentárias, obesidade e complicações como diabetes e deficiências de micronutrientes, principalmente ferro.

Inevitavelmente, a criança vai conhecer os variados tipos de doces e vai querer experimentá-los, porém, o consumo desses alimentos deve ser evitado, principalmente, no primeiro ano de vida.

Médicos dizem que o consumo exagerado de doces nesta fase, pode deixar os pequenos irritados e dispersos, pois além de provocar mais concentração de insulina no sangue, também aumenta a quantidade de adrenalina, e esse hormônio, em excesso, pode provocar ansiedade, excitação e dificuldade de concentração.

O ideal é não oferecer nada antes de surgir o primeiro pedido da criança, que será apresentada a todos eles muito rapidamente, não é necessário apressar este contato contato.

Na verdade, os açúcares fazem falta na alimentação, mas fazem parte da dieta habitual e são encontrados, por exemplo, no leite (lactose), nas frutas (frutose e sacarose), no amido das farinhas de cereais e dos tubérculos (como a batata) que também são transformados no intestino em moléculas de glicose.

Ou seja, ninguém pode viver sem açúcar, que é uma fonte de energia, mas a dieta normal tem açúcares naturais em abundância, o suficiente para cobrir nossas necessidades e não nos fazerem mal.

Os doces em geral podem ser consumidos moderadamente pelas crianças após as refeições, que devem ser compostas por alimentos saudáveis. Procurar trocar a sobremesa por frutas, por exemplo, é uma ótima alternativa.

Cursos – Setembro 2017

Dia 16 de setembro, teremos dois cursos incríveis para o seu sábado ser ainda melhor, venha aproveitar com a gente! ♥

09h ás 12h – Shantala
Com a fisioterapeuta Ana Carolina Müller, a Shantala será apresentada como mais uma técnica para conectar mãe e bebê (ou pai e bebê): através do toque que transmite confiança, carinho e força para o pequeno que está descobrindo o mundo.

O efeito terapêutico e relaxante da massagem deixa seu bebê muito mais tranquilo, ajudando a melhorar os padrões do sono. Além disso, ativa toda a circulação sanguínea e também linfática, estimulando o um melhor funcionamento de todos os órgãos.

14h ás 17h – Amamentação

As futuras mães receberão orientações a respeito da preparação dasmamas, extração e armazenamento do leite. Além disso, serão abordadas as dificuldades que podem surgir na amamentação e como resolvê-las de maneira prática, para aproveitar cada momento junto ao bebê.

Quem ministra este workshop são as especialistas Daniela Flores e Flavia Dotto, do Amamenta. Este é um consultório de aleitamento materno que tem como objetivo principal acolher as gestantes, orientando-as em relação ao preparo e incentivo à amamentação.

Inscrições e mais informações: (51) 3334-4503

Todos os cursos serão realizados no:
Nasce Centro de Atendimento à Gestante
Rua Gustavo Schmitt, 580, Três Figueiras, Porto Alegre.

Melasma na gravidez

Conhecido como cloasma na gravidez, o melasma gestacional é comum e atinge grande parte das gestantes, é resultante de transformações hormonais que ocorrem nesse período.

Os melasmas são manchas em tons marrons que aparecem na pele do rosto e corpo da gestante, devido às alterações hormonais ocorre um aumento da melanina, pigmento responsável por dar coloração na pele. Com isso, há a hiperpigmentação de determinada área, originando as manchas.

Em algumas mulheres, a causa do melasma pode ir além da gravidez, estando relacionado ao consumo de anticoncepcionais, reposição hormonal, genética e exposição ao sol em excesso.

O melasma na gravidez costuma surgir a partir da metade da gestação, quando os hormônios se estabilizam e devem ser analisados por um médico especialista para a certificação de que não se trata de doenças de pele mais sérias.

Preocupadas com a estética, muitas mamães questionam se o melanoma some após a gestação, principalmente as manchas faciais e, em grande parte dos casos elas somem sim, ou se tornam bem claras na pele.

Porém, há casos em que a mancha permanece e neste caso, apenas tratamentos clínicos podem ser realizados sob a pele.

Consultar o médico é sempre essencial, assim como o uso do filtro solar durante o dia a dia, que além de ajudar no tratamento do melanoma, previne inúmeras outras doenças de pele.

Escreva seu endereço de email para receber atualizações.

Junte-se a 1.185 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: